CCS Global deve salários aos funcionários terceirizados da Prefeitura de Passo Fundo

Compartilhe
Na última quarta-feira, 12, o programa Na Ordem do Dia, apresentado por João Altair, recebeu o presidente do SINDILIMP-PF, Tiago Biteli e o advogado José Alexandre para falar sobre os problemas de pagamento dos servidores terceirizados da Prefeitura de Passo Fundo.

A empresa CCS Global, com sede em cachoeirinha, está novamente com atrasos nos pagamentos dos trabalhadores terceirizados. Tiago Biteli explica que o Sindicato possui cerca de 300 funcionários em dois contratos com a prefeitura, e um com as agências do Banrisul de toda a região. 

São cerca de 450 trabalhadores com salários, FGTS, salário maternidade e 13º atrasados. O presidente também explica que algumas pessoas estão recebendo os benefícios parcialmente, outros não.

Ele também explica que essa não é uma questão separada, são muitas empresas que estão com o mesmo problema em toda a região.

O advogado José Alexandre explica que a ideia inicial é realizar uma conversa com a Procuradoria e com a Prefeitura, para que seja iniciado um trabalho com medidas preventivas, pois estes trabalhadores não tem nenhum tipo de reserva financeira para os dar suporte nestes casos.

Leia Também Sobe para R$ 4,30 o valor da passagem dos ônibus Aumento no número de passageiros em aplicativos de transporte é diário Mega-Sena acumula e prêmio sobe para R$ 200 milhões Fundação Lucas Araújo: Carnaval não tem idade