Brasileiro com coronavírus recebeu 30 parentes antes de adoecer

Compartilhe
Divulgação/National Institutes of Health   Divulgação/National Institutes of Health 
O brasileiro infectado pelo SARS-CoV2 fez um evento familiar com 30 pessoas antes de apresentar os primeiros sintomas da doença (chamada de covid-19).

O homem, de 61 anos, morador de São Paulo, retornou de uma viagem à Itália no dia 21 de fevereiro. 

"Esse paciente chegou na sexta-feira. Ficou em casa sábado. No domingo, ele recebeu a família, 30 pessoas da família. Todas as pessoas da família foram contactadas e estão em observação. Mais os passageiros do avião", detalhou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quarta-feira (26).

No entanto, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, relembrou que "todos os portadores do vírus contaminam entre duas e três pessoas", citando estudos recentes.

"Significa que esse contato precisa ser um contato mais íntimo para que haja possibilidade e que a forma de transmissão seja mais efetiva. Então, não vamos ficar imaginando que uma pessoa que tem contato com 60 pessoas, 80 pessoas, vamos ter 60 ou 80 novos portadores do vírus. A média é muito menor, é de dois a três."
*R7

Leia Também Coronavírus encontrado pela China em frango brasileiro estava em embalagem, diz associação Covid-19: Passo Fundo se aproxima dos 4 mil recuperados da doença Bolsonaro diz que perda de vidas poderia ter sido evitada com cloroquina Soros produzidos por cavalos têm anticorpos potentes para covid-19