Paraguai fecha parcialmente as fronteiras e restringe circulação de pessoas

Compartilhe
Foto: William Brisida/RPC   Foto: William Brisida/RPC 
O Paraguai fechou parcialmente suas fronteiras com o Brasil e a Argentina e suas autoridades anunciaram a restrição do movimento de pessoas entre às 20h e às 04h para impedir a propagação da epidemia de Covid-19 (coronavírus). 

O ouvinte Rodrigo Muller relatou na programação da Planalto News, a situação caótica na fronteira, após o controle rigoroso na Ponte da Amizade.

São mais de mil brasileiros que trabalham no país vizinho e muitos paraguaios que trabalham em Foz do Iguaçu, no Paraná.

"Os brasileiros que não tem residência lá (Paraguai), não podem entrar. Visitantes a turismo do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e região não adianta vir, vão ter que voltar," disse. 
Somente residentes estrangeiros, diplomatas e membros de organizações internacionais podem entrar.

Os paraguaios que estão entrando no país continuam sendo submetidos a um teste de temperatura. A ação é realizada por autoridades de saúde paraguaias e é prevista para ocorrer até o dia 25 de março.

Ouça o relato do ouvinte Rodrigo Muller, morador de Foz do Iguaçu, durante o programa Na Ordem do Dia com o comunicador João Altair:
  • Fechamento da fronteira do Brasil com o Paraguai

Leia Também Somos a Rádio Planalto: 5 de abril, são 51 anos no ar! Grupos arrecadam mais de 2 mil kg de alimentos para doação em Passo Fundo Salões de beleza podem voltar a funcionar a partir de sábado em Passo Fundo OAB se manifesta sobre denúncia de laudos médicos forjados para justificar pedidos judiciais de prisão domiciliar