PC realiza operação para coibir venda de produtos impróprios e com preços abusivos em Passo Fundo

Compartilhe

Várias farmácias e estabelecimentos que comercializam álcool gel, máscaras de proteção e outros insumos essenciais ao combate da pandemia foram visitados por equipes volantes da Polícia Civil em Passo Fundo.

Além de verificar as marcas, registros, procedência e rotulagem dos produtos, que podem revelar condutas criminais, os agentes ainda constataram os preços praticados.

Casos de preços abusivos podem resultar em infrações criminais contra a ordem econômica e relações de consumo ou mesmo infrações administrativas.

No primeiro caso, com produtos em desacordo, falsificados, sem procedência ou ainda  se verificados indicativos de abuso de poder econômico, acordo de preços ou retenção para especulação,  haverá instauração de inquéritos policiais que podem sujeitar os autores a sanções penais. 

No segundo caso, quando verificado o aumento abusivo e injustificado nos preços praticados, neste momento crítico, as constatações serão encaminhadas ao Procon para as medidas cabíveis, que podem resultar em multas elevadas e outras sanções administrativas.

A Polícia Civil orienta que os estabelecimentos não aumentem injustificadamente os preços, pois podem sofrer sanções criminais ou pecuniárias, além de ser um claro desrespeito aos seus clientes, especialmente neste delicado momento.

Créditos: Bruno Reinehr/Rádio Planalto News

Informações e foto: Polícia Civil

Leia Também Força tarefa termina com festas clandestinas em Passo Fundo Durante patrulhamento, Brigada Militar captura traficante em Passo Fundo Homem que deveria estar preso em casa é encontrado na rua pela BM em Passo Fundo Traficante é preso com drogas e mais de R$ 2 mil na Donária em Passo Fundo