Solidariedade para proteção dos profissionais da saúde em Passo Fundo

Compartilhe

Entre máquinas, linhas, agulhas e solidariedade costura-se segurança e esperança. É assim que podemos de forma simples, descrever o trabalho de centenas de costureiras e empresas de confecção têxtil que disponibilizaram seu dom para a confecção de máscaras e aventais, que protegem os trabalhadores da saúde, que estão atendendo a população de Passo Fundo e região, neste momento de Pandemia do Coronavírus.

Com a orientação do setor da Confecção Têxtil do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, por meio da gestora Adriana Vigo, a produção de máscaras e aventais em larga escala iniciou com a ajuda do curso de Design de Moda da Universidade de Passo Fundo (UPF) e as próprias costureiras colaboradoras do hospital. Em seguida, a onda do bem se espalhou e mais pessoas se juntaram a causa.

As costureiras Marlei da Cruz Silva, Jolcineia Oliveira da Costa, Denise Aparecida de Andrade, Solange Luiza Trentin e Vania Bettin somaram forças a causa e também, as empresas AFR Indústria e Comercio de Confecções, Passo Fundo, Industria e Comercio de Confecções Dupla Face, Passo Fundo Mirasul Indústria Têxtil, Sarandi e Vileli Indústria de Malhas, Sarandi. Além destas, a Colbeck Uniformes emprestou máquinas para reforçar a produção na Confecção Têxtil do Hospital.

Ana Paula Marcondes da Industria e Comercio de Confecções Dupla Face destaca que a empresa está preocupada com a situação de suprir os equipamentos dos profissionais de saúde. “Para colaborarmos neste momento tão difícil de luta contra o COVID-19, unimos nossas forças ao Hospital São Vicente, para produção de centenas de máscaras e aventais”, enaltece, evidenciando que tudo é feito seguindo as orientações de segurança e também muito carinho. “É hora de somar forças e fazer o bem! Esta ação é o mínimo que podemos fazer para apoiar aqueles que estão doando suas vidas em auxílio ao próximo. Tudo para proteger os profissionais de saúde e permitir que eles continuem na linha de frente fazendo esse lindo trabalho por nós”.

Para o diretor corporativo de Recursos Humanos do Hospital São Vicente e integrante do Comitê de Gerenciamento de Crise para o Enfrentamento do Coronavírus, Júlio Cesar de Bem, a atitude da empresa e das costureiras é nobre, pois neste momento estão sendo fundamentais para que os profissionais de saúde tenham EPI’s para realizar o atendimento das pessoas. “Queremos agradecer a todos que estão colaborando neste momento, em especial as empresas e costureiras que estão trabalhando arduamente na confecção das máscaras e aventeis. Muito obrigado”.

Leia Também Ministério da Saúde anuncia a ordem de vacinação contra a Covid-19 no Brasil Passo Fundo está com 38 pacientes internados em UTI e 76 em leitos clínicos em função da Covid-19 Covid-19: inspetores do Brasil estão na China para verificar produção de vacina Covid-19: confira o que muda com novas medidas anunciadas pelo governador Eduardo Leite