A voz da esperança: CVV aumenta número de atendimentos em função da pandemia

Compartilhe

O Centro de Valorização da Vida (CVV) presta atendimentos em todo o Brasil. Também está em Passo Fundo, com número de ligações que aumentou consideravelmente nos últimos dias, com o isolamento social.  
O serviço presta o apoio  emocional, combatendo  a depressão e o suicídio, com chamadas pelo telefone 188.

Segundo a equipe, em entrevista à Rádio Planalto News (FM 92.1),  nesta época muitas pessoas se deprimem, se afastando dos amigos e familiares, além de não poder desenvolver as  atividades profissionais.

Chama a atenção, no período de quarentena, o grande número de idosos que procuram pelo CVV.  Eles estão ficando fechados em suas residências, seguindo a orientação das autoridades de saúde.  São pessoas acostumadas a encontrarem os familiares e até mesmo a participar de grupos de terceira idade. Assim, ficam tristes, sem poder receber o abraço de quem mais gostam.

A orientação transmitida pelo CVV é de que tudo isso irá passar e se as orientações foram seguidas, em breve, poderão voltar as suas atividades.  Segundo a equipe que realiza o serviço, falar é sempre o melhor caminho. Esse é o momento de se estabelecer o diálogo, falando das angústias. Assim, se abordará as alternativas de solução.  O diálogo conta muito no período de afastamento.  A ansiedade é comum agora, sendo que muitas pessoas não encontram com quem trocar ideias.

A ligação para o CVV pode ser feita por telefone convencional e também pelo telefone celular. As questões são tratadas de forma sigilosa, procurando deixar a cada um, bem à vontade. Repetindo o número de contato, durante às 24 horas: 188.



Foto: Divulgação CVV

Leia Também OMS reconhece surgimento de evidências sobre transmissão da Covid-19 pelo ar Covid-19: Ivermectina começa a ser entregue para população de Itajaí-SC Boletim Coronavírus Rádio Planalto (07/07) Passo Fundo tem 253 casos ativos e 1.820 recuperados da Covid-19