NOSSOS DIREITOS: A palavra de ordem é respeito neste 15 de maio – Dia Internacional da Família!

Postado por: Janaína Leite Portella

Compartilhe


Nesse período de isolamento social decorrente das medidas preventivas ao COVID-19 – A FAMÍLIA – em suas diversas configurações numa interpretação extensiva do art. 226 da Constituição Federal, em que ao afeto é conferido o elemento de formação da família contemporânea, expressa sua importância como base de nossa saúde física e mental.

 

A família não é só feita de laços de sangue. Família também são escolhas de pessoas que desejamos que façam parte da nossa família ou de famílias que permitam que façamos parte delas, afinal o que prevalece e torna tão importante essa instituição são as relações que se estabelecem com reciprocidade de afeto e que são constituídas com base no respeito e na dignidade.

               

O dia 15 de maio é o Dia Internacional da Família, data em que a Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu, ainda na década de 90, para reforçar a importância do núcleo familiar na formação de cada indivíduo, membro da família.

 

A família confere o pertencimento e a continuação de uma história de valores, crenças e afeto. Independentemente das dificuldades e desentendimentos que por vezes possam ocorrer, o amor ecoa mais alto e torna a relação familiar perene.

 

O Bispo Dom Ricardo Hoepers, que é o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), nesta sexta-feira, 15, ao mencionar a data comemorada como Dia Internacional da Família reforçou que a família é a célula mãe da sociedade e a instituição sagrada “que garante uma sociedade justa, equilibrada e acima de tudo voltada para o amor”.

 

A data é a oportunidade de celebrar o amor, o afeto que nutre e une as famílias em suas diversas configurações familiares e que devem ser respeitadas.

** O leitor poderá enviar sugestões, dúvidas, questionamentos sobre o tema para o e-mail: portellaadvogados@portellaadvogados.com.br ou no whatsapp 54 999496293.  Será um prazer aprimorar os estudos sobre o tema.

Leia Também O cristão cidadão – 2ª parte “Abre tua mão para o teu irmão” (Dt 15,11) Mês da Bíblia: o livro do Deuteronômio De faxineiro a gerente