Padrasto suspeito de matar bebê de 10 meses em Erechim tinha histórico de agressividade

Compartilhe

Mais uma vez a comunidade é surpreendida com a notícia da morte de um bebê de 10 meses, causada supostamente pelo padrasto, no município de Erechim.

O crime ocorreu no bairro Aeroporto e o bebê chegou a ser encaminhado para atendimento médico na Fundação Hospitalar Santa Terezinha.

O casal é natural da cidade Arvorezinha e estava no município de Erechim para trabalhar. Segundo informações da própria mãe  o seu companheiro era agressivo e usuário de drogas, o casal estava tentando um recomeço após muitas desavenças.

A suspeita é de que a criança tenha sido asfixiada e espancada. Ela apresentava afundamento de crânio e hematomas na região cervical.

A Brigada Militar foi até a residência e localizou o suposto autor, de 42 anos. Ele foi detido e encaminhado à delegacia de polícia.

A reportagem policial da Rádio Planalto News está em Erechim. Em breve mais informações com o repórter Bruno Reinehr.

Leia Também BM prende dois homens por descumprimento de prisão domiciliar em Passo Fundo Dois suspeitos pelo desaparecimento de jovem em Soledade são soltos e outro vai para o regime semiaberto Tiro acerta nádega de homem em Passo Fundo Policiais do 3° BPChq se integram à Polícia Federal para verificação de casas queimadas e confrontos em reserva de Água Santa