Dom Ercílio Simon: um legado transmitido à comunidade de Passo Fundo e região

Compartilhe


Aconteceu nessa segunda-feira, 01, a despedida ao arcebispo emérito Dom Ercílio Simon, que faleceu aos 78 anos de idade. Nos últimos tempos, estava nos últimos tempos lutando contra as complicações dos males de Parkinson e Alzheimer. Deixa um legado, com grandes realizações especialmente na área da Arquidiocese de Passo Fundo, bem como em Erechim e Uruguaiana.

Ordenado sacerdote em 1965, Dom Ercílio atuou como promotor vocacional, coordenador de pastoral e primeiro reitor do Seminário Nossa Senhora Aparecida, além de atividades no Itepa. Exerceu o presbitério na Catedral Nossa Senhora Aparecida, nas paróquias São Judas Tadeu, São Cristóvão e Sagrado Coração de Jesus. Foi com ele que começou, então nos tempos do padre Ercílio, a Romaria de Nossa Senhora Aparecida em Passo Fundo no início dos anos 80.

A sua homenagem foi prestada em vida, com a escolha de seu nome para o edifício construído pela Fundação Beneficente Lucas Araújo. A inauguração aconteceu em 9 de setembro de  2019 (foto).

Como arcebispo emérito, também foi presidente da Fundação Cultural Planalto de Passo Fundo.

Natural de Ibiaçá, onde nasceu em 1941, também recebeu o título de cidadão no município de Sertão.

Leia Também Festa de São Cristóvão em Passo Fundo adiada para o final de outubro Novo bispo: dom Adimir Mazali tomará posse domingo em Erechim Igreja: Argentina realiza a Semana Social 2020 dedicada à Laudato si' Catedral e paróquias retomam celebrações com a presença de devotos