Chega à Câmara de Vereadores pedido de impeachment contra o prefeito de Passo Fundo

Compartilhe
Foi protocolado nesta segunda-feira, 01,  o pedido de impeachment contra o prefeito de Passo Fundo. 
Assinam o pedido o advogado Cesar Augusto Cavazzola Junior e o empresário e diretor da Lócus Online William Strapazzon. O documento consta de quase 500 páginas.
Dependendo da vontade da Câmara de Vereadores de Passo Fundo, o prefeito Luciano Azevedo poderá ver iniciado um processo de impeachment nos próximos dias. Segundo o Decreto-Lei 201/1967, a Casa terá até 90 dias para julgar o pedido.
A petição foi elaborada, em essência, com base nos seguintes pontos: abusos na emissão de decretos relacionados ao coronavírus e problemas recentes nas licitações; falta de transparência nos atos da Prefeitura; uso da máquina pública para promoção pessoal; pedidos de informação não respondidos; aumento do IPTU com critérios duvidosos e problemas na gestão das contas públicas.
A presidência da Câmara de Vereadores irá se pronunciar sobre o documento protocolado.

Fonte: Locus Online

Leia Também Deputada quer incluir absorventes na cesta básica distribuída pelo governo do RS Bolsonaro sobre combate à Covid-19: “Nenhum país do mundo fez como Brasil” Governador Eduardo Leite sanciona lei que promove combate à violência contra as mulheres Bolsonaro faz exames de covid-19 e cancela agenda da semana