Sérgio Moro decide seguir carreira de advogado

Compartilhe
Sérgio Moro, ex-ministro de Justiça do governo Bolsonaro, vai voltar à atividade jurídica. Ele havia decidido abandonar 22 anos de carreira no Judiciário para seguir a caminhada política.
Seu futuro será o exercício advocacia.  Exercerá a atividade de consultor e atuará em um escritório. Moro também informou que vai aceitar ser colunista de uma revista e poderá voltar também à sala de aula para a atividade de professor.
Moro apresentou a informação à Comissão de Ética da Presidência da República. O colegiado irá analisar se o ex-ministro precisará aguardar por seis meses para não ocorrer o chamado conflito de interesse.
A informação é do jornal O Globo.

Leia Também Morre caminhoneiro de Passo Fundo vítima de grave acidente no PR STJ autoriza prisão domiciliar para Fabrício Queiroz e esposa Grito é proibido em montanha-russa para evitar o coronavírus Rodovia é liberada em Cruz Alta e ponte ainda vai receber novas obras