Polícia avalia primeira semana de investigações sobre morte do menino Rafael

Compartilhe
Uma semana após a confirmação do crime que chocou o Brasil, com a localização do corpo do menino Rafael Winques, de 11 anos de idade, a reportagem da Rádio Planalto News voltou ao município de Planalto, na região Norte do Rio Grande do Sul. O repórter Bruno Reinehr conversou com autoridades locais e ouve depoimentos da comunidade ainda procurando entender a verdade dos fatos.
Na parte da tarde aconteceu a entrevista coletiva com os delegados responsáveis pela investigação. Muitos detalhes estão sendo observados e todos os passos serão seguidos para a conclusão do inquérito. 
A delegada Nadine Anflor, que chefia a Polícia Civil, esteve presente. O depoimento do irmão do menino não fechou com o conteúdo da mãe da criança, que assumiu a autoria do crime, Alexandra Dougokenski.
A cena do crime será reconstruída, a fim de que se apurem novos detalhes. Sobre a possibilidade de existir uma outra pessoa para auxiliar a mãe no crime, não há confirmado. Mas, as investigações irão apontar todos os detalhes, disse a delegada.
A mãe da criança, Alexandra Dougokenski, assumiu a autoria do crime, mas afirma que não teve intenção de matar, sendo defendida a tese de crime culposo por parte do advogado de defesa. Na versão inicial, ela dizia na imprensa para que fosse ajudado a ser localizado o filho.

ACOMPANHE A COLETIVA COM A DELEGADA NADINE ANFLOR, NO TRABALHO DO REPÓRTER BRUNO REINEHR (áudio)

Leia Também Assembleia Legislativa presta homenagem aos 90 anos do 3° RPMon da Brigada Militar Bandido arromba casa e tenta estuprar jovem em Passo Fundo Bandidos armados assaltam proprietário de bar e clientes na Victor Issler Planalto: MP apresentará denúncia do crime envolvendo menino Rafael