Aumenta o número de pessoas vindas de outros municípios em situação de rua em Passo Fundo

Compartilhe
(Foto: ilustrativa)   (Foto: ilustrativa) 

As ações da Secretaria de Cidadania e Assistência Social da Prefeitura de Passo Fundo acontecem diariamente na cidade. A busca ativa, realizada através do Serviço Especializado de Assistência Social, é uma das ferramentas que tem o objetivo de encaminhar pessoas em situação de rua, seja para os serviços do que o município oferece ou para a família de origem, quando possível. 

No entanto, a resistência quanto à adesão é grande, principalmente pela dependência em álcool e drogas. Nas últimas semanas também aumentou o número de pessoas em situação de rua que não residem em Passo Fundo. Neste contexto, o trabalhado é feito para que essas pessoas retornem ao município de origem, com cobertura das despesas da passagem para o retorno. 

Na última semana, uma ação integrada com a Secretaria de Segurança Pública e apoio da Brigada Militar teve o objetivo fazer o encaminhamento para os serviços da assistência e também a limpeza dos locais, como as praças Tamandaré e Tochetto. 

“A cada mês, de 30 a 40 pessoas são encaminhadas para o município de origem ou outro que é indicado pelo usuário. Um dos fatores que tem contribuído para a procura do município de Passo Fundo é a oferta dos serviços, temos o Centro Pop e Casa de Passagem, que oferecem pernoite e encaminhamentos. Entretanto, sempre trabalhamos na perspectiva de que cada usuário busque seus vínculos de origem, antes de estabelecer novos vínculos em Passo Fundo, o que muitas vezes representa permanecer em situação vulnerável”, afirmou a secretária da pasta, Elenir Chapuis.

Leia Também Rádios Planalto realizam o Projeto "Passo Fundo, 163 anos - Minha Terra, Minha Paixão!" Camelódromo reabre nesta quinta-feira Prefeitura irá adequar funcionamento do comércio, restaurantes, shoppings e camelôs ao Decreto Estadual Edifício Gralha: proprietários e associação de moradores fazem ação para segurança do prédio