Decretada a prisão preventiva de suspeitos na morte de latrocínio em Ametista do Sul

Compartilhe

O Juiz de Direito da Comarca de Rodeio Bonito, Edvanilson de Araújo Lima, atendeu a pedido da polícia e decretou a prisão preventiva dos três homens suspeitos de latrocínio (assalto seguido de morte) na cidade de Ametista do Sul.

Os crimes ocorreram na quinta-feira, 02, em uma joalheria. A dona da uma joalheria, Inês Ribeiro de Gregori, foi atingida por um disparo de arma de fogo.

Segundo o magistrado, a medida é necessária diante da gravidade do fato e do histórico dos suspeitos - indivíduos extremamente perigosos para a sociedade e, uma vez soltos, nada impede que reiterem na prática de delitos de semelhante gravidade.

Os três suspeitos foram detidos. A prisão preventiva não tem prazo e significa que, a princípio, todos deverão responder ao processo presos.

Foto: Josias Marques/Portal InFoco RS

Leia Também No combate à criminalidade: 3° RPMon apresenta números que surpreendem no início de 2021 Várias pessoas feridas em acidente na BR-285, próximo a Cruzaltinha Estuprador de criança em Espumoso volta para a prisão Soltura de homem que matou brigadiano em Passo Fundo causa revolta em policiais