STJ autoriza prisão domiciliar para Fabrício Queiroz e esposa

Compartilhe
O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, concedeu nesta quinta-feira habeas corpus pedido pela defesa de Fabrício Queiroz e de sua mulher, Márcia Aguiar, que está foragida desde o dia 18 de junho, quando Queiroz foi preso em Atibaia, em São Paulo.
Com a decisão de Noronha, os dois vão para prisão domiciliar e serão monitorados por tornozeleira eletrônica. Eles são investigados no caso da “rachadinha” no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.
Esse mesmo pedido já tinha sido feito pelos advogados do ex-assessor logo após a prisão. No entanto, o HC foi negado pela desembargadora Suimei Cavalieri, da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ).

Fonte: O Globo
(Foto: Reprodução/acervo pessoal)

Leia Também Saiba os números de óbitos de 2017 a 2020 entre janeiro e julho em Passo Fundo Gaúchos poderão escolher município para realizar serviços de registro de veículos Líbano lida com devastação feita por explosões no porto Bolsonaro manifesta “profunda tristeza” por vítimas de explosão no Líbano