“Queria estar eu no lugar dela”, diz pai de menina que morreu após explosão em Lagoa Vermelha

Compartilhe

O comovente depoimento de Marcelo Farias Teixeira, pai de Terluize Toson Farias Teixeira, de 12 anos, que perdeu a vida após uma explosão, comoveu a comunidade de Lagoa Vermelha e região.

O pai da menina recebeu a reportagem policial da Rádio Planalto News nessa quinta-feira, 09, para esclarecer alguns fatos, que repercutiram de forma diferente de como teria acontecido.

Ele relatou que o que explodiu não foi a lareira e sim um “tarro” onde estava o etanol. Marcelo contou que estava confraternizando com sua família (filha, filho esposa e sogra), quando as crianças teriam pedido para que ele acendesse a lareira novamente, pois queriam assar espetinhos de queijo.

Emocionado, o homem contou que de primeiro momento ele até informou às crianças que ainda havia fogo na churrasqueira e que não era necessário acender a lareira, porém as crianças queriam assar os espetinhos.

Marcelo relatou que no momento em que abriu o recipiente aconteceu a explosão. O tarro estava ao lado da churrasqueira.

No momento da explosão, segundo o homem, as chamas atingiram sua filha.

“A primeira coisa que eu fiz foi bater na roupa dela, mas o fogo não apagava ou voltava, então resolvi levar ela para de baixo do chuveiro, chegando até cair no trajeto, pois estava liso. Lá, eu tirei toda a roupa dela. Uma roupa que grudava, tipo um plástico”, relatou Marcelo.

Ele ainda comentou que depois voltou à garagem ajudar as outras pessoas. O pai disse que ao chegar no ambiente novamente, viu o seu filho mais novo, de 6 anos, correndo com um copo de agua para tentara ajudar. A criança enchia um copo no bebedor e levava até o fogo, com o intuito de ajudar apagar.  

“Eu pensei que ele nem tinha se queimado, pois estava correndo e ajudando” ressaltou.

Um vizinho de Marcelo estava passando de carro no momento do ocorrido e viu a cena. Ele socorreu o menino até o hospital local.

A menina também foi levada ao atendimento médico. Devido a gravidade dos ferimentos, ela precisou ser conduzida à Passo Fundo e internada no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP). Ela não resistiu e no amanhecer de segunda-feira,06, perdeu a vida.

O irmão dela, de 6 anos, também foi encaminhado ao HSVP. Ele permanece internado e está apresentando melhoras. Seu pai relatou que na próxima semana ele deverá receber alta hospitalar.

A reportagem da Planalto News, através do repórter Bruno Reinehr esteve na casa onde ocorreu a explosão. Acompanhe a reportagem na íntegra:

Leia Também Fogo em vegetação perto da usina de reciclagem Delegado Márcio Marodin deixará Soledade para atuar em Passo Fundo Idoso é assaltado ao sair de supermercado em Passo Fundo Integrantes dos “Manos” que amedrontavam moradores da Petrópolis são denunciados pelo MP