Há 1 ano, nesta data, torcida passo-fundense chorava no adeus ao artilheiro Radaeli

Compartilhe
Na madrugada de 14 de julho de 2019 a população da capital do Planalto Médio recebia uma das notícias mais tristes de todos os tempos: a delegação do Passo Fundo Futsal havia sofrido um acidente na viagem de retorno após o jogo contra a Uruguaianense, pela Liga Gaúcha.

O ônibus acabou tombando às margens da rodovia, entre São Borja e Itaqui. A tragédia ceifou a vida do artilheiro Radaeli, um dos jogadores mais queridos do grupo e ídolo dos torcedores. O atleta era admirado pelas crianças, que faziam questão de entrar com ele na quadra para os jogos da equipes.

Foi a data mais triste na história do Passo Fundo Futsal. Toda a cidade chorou. A solidariedade veio das equipes de todo o estado e diversas partes do país. A reconstrução do projeto aconteceu e o reencontro com a torcida aconteceu em um amistoso diante do Pato, do Paraná. No final do ano, o time comandado pelo técnico Juninho chegou às semifinais da Liga Gaúcha, só parando no Atlântico, de Erechim.

O nome de Radaeli está eternizado no Ginásio Capingui e consta em uma das faixas conduzidas com orgulho pela Torcida Força Jovem. A família do atleta, sempre que possível está presente nos jogos, e recebeu também homenagem da agremiação passo-fundense.


RECORDE UMA REPORTAGEM ESPECIAL DO PORTAL rdplanalto.com, COM GOLS E A ÚLTIMA ENTREVISTA DE RADAELI:

http://rdplanalto.com/noticias/37827/gols-alegria-e-amizade-planalto-news-relembra-gols-e-a-entrevista-de-radaeli




Foto: Divulgação/PFF

Leia Também Grêmio vence na estreia em casa pelo Campeonato Brasileiro Brasileirão: Internacional vence na estreia em Curitiba Gui Canhoto volta ao Passo Fundo Futsal Grêmio acerta venda de Cebolinha