Presídio de Carazinho recebe diversas melhorias em sua estrutura e nos serviços

Compartilhe
Desde 2019, a gestão do Presídio Estadual de Carazinho (Pecar) vem reformulando espaços e melhorando serviços, que vão desde cobranças nas regras de limpezas das galerias até a execução de reformas em seus espaços. 
“As melhorias foram possíveis graças às parcerias com o Conselho e com o Judiciário, e buscam oferecer melhor ambiente de cumprimento de pena e viabilizar um local de trabalho adequado e saudável para os servidores”, afirmou o vice-diretor da casa prisional, Antonio Luis Barbosa de Souza. 
Para tanto, foram feitas alterações nas escalas de trabalho na área administrativa, para reorganizar e otimizar os serviços, que compreendem ainda maior controle dos processos de execução penal dos apenados. “Agora, a liberação do alojamento externo ocorre por controle remoto”, destacou Souza. 
Saúde
Uma mudança fundamental para a saúde de todos foi no sistema de ventilação das celas da Galeria C, pois um espaço acima da porta foi aberto, o que permitirá maior passagem do ar. Além disso, ventiladores doados passaram fazer parte da mobília no presídio. 
Outra foi a higienização feita pelos presos nas galerias, que agora conta com uma lavadora de alta pressão, adquirida com verbas do Conselho da Comunidade de Carazinho, em convênio firmado com o Poder Judiciário de Carazinho e Não-Me-Toque.
Ainda no mobiliário, o Banrisul da Região Metropolitana de Porto Alegre doou dezenas de poltronas para a área administrativa, e novas mesas para o refeitório dos servidores foram solicitadas à 4ª Delegacia Penitenciária Regional (Alto Uruguai).
A direção informou que já foi iniciada a implantação de uniforme para apenados com liga laboral. No entanto, aguarda a nova remessa para dar continuidade ao projeto. 
Transporte
Em relação aos transportes, uma viatura S10 foi toda reformada, estando apta para os serviços penitenciários. Agora faltam ainda reformar uma viatura Corsa e uma Jumper. Além disso, foi adquirida uma viatura S10 adaptada para transporte de presos.
Inclusão
A horta do Pecar passou por melhorias no espaço, o que garantiu o aumento da produção de legumes, e seu excedente passou a ser doado para escolas e creches da região, aproximando o sistema prisional das comunidades locais.
Segurança
Sob o aspecto da segurança, houve modificações nas janelas dos corredores das Galerias B e C, visando coibir a entrada de ilícitos; o trabalho também contemplou o cercamento do acesso ao alojamento do regime semiaberto. O delegado penitenciário da 4ª DPR, Alexo Wallau, reiterou a importância das parcerias com instituições da segurança pública, como a Polícia Civil e Brigada Militar que garantem reforço intensivo nos trabalhos da segurança prisional. 
Falou também da excelente integração que a direção do presídio mantém com o Judiciário, que contribui com gestão de recursos para aquisição de diversos materiais para o presídio, e parabenizou todos os servidores da unidade prisional.
Outra novidade foi a instalação de alarmes sonoros, para evitar tentativas de fuga, adquiridos por meio de verbas do Conselho da Comunidade de Carazinho.
A fachada da casa prisional recebeu mais iluminação, com reforço de lâmpadas LED, substituindo as tradicionais. Além disso, recursos da Susepe, intermediados pela 4ª DPR, permitiram a substituição de câmeras, a instalação de HD para gravação de imagens e a manutenção de todo o sistema, com o intuito de promover mais segurança na área do Pecar. 
A próxima edição desta matéria contemplará as reformas realizadas por meio da mão de obra prisional.
*SUSEPE

Leia Também Fogo em vegetação perto da usina de reciclagem Delegado Márcio Marodin deixará Soledade para atuar em Passo Fundo Idoso é assaltado ao sair de supermercado em Passo Fundo Integrantes dos “Manos” que amedrontavam moradores da Petrópolis são denunciados pelo MP