Porto Alegre mantém proibição de jogos de futebol em razão do aumento de demanda por UTIs

Compartilhe
Foto: Ricardo Duarte/ Inter   Foto: Ricardo Duarte/ Inter 

Diante do quadro de aumento da taxa de ocupação de leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) da Capital, a Prefeitura de Porto Alegre anunciou, nesta sexta-feira, 17, que a realização de jogos de futebol segue restrita temporariamente. A decisão foi divulgada ao final de reunião do Comitê Temporário de Enfrentamento ao Coronavírus. 

Com a decisão, o Gre-Nal do Gauchão da próxima quarta-feira terá que ser realizado em outra cidade. 

A medida leva em conta o aumento da taxa de contaminação por coronavírus e continuará tendo acompanhamento das equipes técnicas da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Apesar do monitoramento técnico e de protocolos determinados pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF), o momento da pandemia na cidade não permite a realização de eventos desse porte.

A prefeitura informa que seguirá avaliando a situação e manterá contato direto com a FGF e os clubes com sede na Capital, para que todas as medidas a serem adotadas sejam pensadas com base na segurança de toda a população. 

Durante a tarde a Federação Gaúcha de Futebol marcou o Gre-Nal para quarta-feira, às 21h30, no Estádio Centenário, em Caxias do Sul.


Leia Também Câmara dos Deputados aprova ampliação de validade da CNH Proposta do Grêmio por Cavani seria de R$ 22,3 milhões por ano Ministério da Saúde libera presença de 30% de torcedores nos estádios Trabalhadores dos Correios da região de Passo Fundo começam a voltar ao trabalho