Forbes lista as 25 celebridades mais bem pagas do mundo; Neymar é sétimo

Compartilhe
Getty Images   Getty Images 

As celebridades mais bem pagas do mundo ganharam juntas US$ 6,1 bilhões sem impostos e taxas, uma queda de US$ 200 milhões em relação a 2019, depois que a pandemia de Covid-19 fechou estádios e cancelou shows em todo o mundo. O declínio foi o primeiro desde 2016, ano seguinte ao que Floyd Mayweather e Manny Pacquiao ganharam quase meio bilhão de dólares pela luta mais valiosa da história do boxe. Mas, mesmo com o coronavírus à espreita –e os EUA literalmente pegando após o assassinato de George Floyd–, o espetáculo continuou.

As celebridades mais bem remuneradas foram Kylie Jenner e Kanye West, que faturaram US$ 590 milhões e US$ 170 milhões, respectivamente. West coletou a maior parte de seus ganhos pelo acordo de sua linha de tênis Yeezy com a Adidas, enquanto parte da fortuna de Kylie veio da venda de 51% de sua empresa de cosméticos para a Coty em janeiro. Embora ela tenha exagerado ao longo dos anos sobre a grandiosidade de seus negócios, o valor levantado na transação é real –o suficiente para ser classificado como um dos maiores ganhos de celebridades de todos os tempos.

Três gigantes do streaming distribuíram US$ 300 milhões para as estrelas da lista, incluindo Ryan Reynolds (18ª colocação, com US$ 71,5 milhões), Billie Eilish (43º, com US$ 53 milhões) e Jerry Seinfeld (46º, com US$ 51 milhões). Sozinha, a Netflix foi responsável por mais de dois terços do valor total.

Os shows ao vivo geraram as maiores receitas da carreira para alguns nomes da música. A “Divide Tour”, de Ed Sheeran, atraiu 8,9 milhões de fãs, arrecadou US$ 776 milhões e superou o recorde de valores levantados em turnê que até então era do U2. Outros artistas terão os valores afetados no ano que vem, já que os shows de Taylor Swift (nº 25, US$ 63,5 milhões) a Paul McCartney (nº 93, US$ 37 milhões) foram cancelados por causa da pandemia.

Nos esportes, Roger Federer (nº3, US$ 106,3 milhões) é o primeiro tenista a conquistar o topo entre os atletas, enquanto o português  Cristiano Ronaldo (nº4, US$ 105 milhões) se tornou o primeiro jogador a faturar US$ 1 bilhão durante sua carreira. O jogador de futebol brasileiro Neymar, que atua pelo francês PSG é o único brasileiro da lista. Ele aparece na 7ª posição, com US$ 95,5 milhões, atrás de Ronaldo e do argentino Lionel Messi (nº 5, US$ 104 milhões). Naomi Osaka estabeleceu seu próprio recorde na 90ª posição, gerando uma receita de US$ 37 milhões, o maior valor que qualquer atleta mulher já ganhou em um único ano.

O nicho dos podcasts faz sua primeira aparição na voz de Bill Simmons (nº 13, US$ 82,5 milhões), que vendeu sua empresa de podcast The Ringer para o Spotify em fevereiro por US$ 206 milhões. Outro recém-chegado: o criador e astro de “Hamilton”, Lin-Manuel Miranda (nº 62, US$ 45,5 milhões), que contribuiu para o sucesso da Broadway em fevereiro, quando a Walt Disney pagou US$ 75 milhões pelos direitos de exibição da versão filmada de seu musical. Miranda se juntou a um coro de celebridades e usou sua fama para se manifestar sobre o assassinato de Floyd: “Cabe a nós, em palavras e ações, defender nossos concidadãos”. Ele faz parte de um grupo crescente de estrelas que trabalha para promover mudanças sistêmicas. Mais de uma dúzia dos listados no Celebrity 100 investiu no Fundo de Liderança Cultural da Andreesen Horowitz, que visa expandir oportunidades de investimento e acesso a empregos em tecnologia entre afro-americanos.

Confira o ranking:
1 Kylie Jenner
2 Kanye West
3 Roger Federer
4 Cristiano Ronaldo
5 Lionel Messi
6 Tyler Perry
7 Neymar
8 Howard Stern
9 Lebron James
10 Dwayne Johnson
11 Rush Limbaugh
12 Ellen Degeneres
13 Bill Simmons
14 Elton John
15 James Patterson
16 Stephen Curry
17 Ariana Grande
18 Ryan Reynolds
19 Gordon Ramsay
20 Jonas Brothers
21 The Chainsmokers
22 Dr Phil McGraw
23 Ed Sheeran
24 Kevin Durant
25 Taylor Swift


FONTE: FORBES

Leia Também TikTok estará proibido nos Estados Unidos a partir deste domingo APAE Passo Fundo realiza projeto Conexão Farroupilha Entram no ar as novas atrações na tarde da Planalto News Morre o produtor musical Arnaldo Saccomani