Quase 3 mil detentos foram soltos desde o começo da pandemia no RS

Compartilhe
Foto: reprodução   Foto: reprodução 

O Rio Grande do Sul costuma ter de 3 a 4 mil solturas totais por mês, segundo dados do Poder Judiciário. 

Em razão da pandemia de Covid-19, porém, desde o dia 17 de março, soma-se cerca de 2,8 mil apenados que também foram colocados em liberdade condicional ou domiciliar, segundo o juiz-Corregedor Alexandre de Souza Costa Pacheco. A medida atende à recomendação 62 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para se evitar uma contaminação em massa da Covid-19 dentro do sistema prisional, mas que pode causar reflexos fora das penitenciárias.

Por causa da pandemia, detentos pertencentes aos grupos de risco para a doença e que estavam em regime fechado ou semiaberto passaram para a prisão domiciliar ou monitoramento eletrônico por meio de tornozeleira. 

Fonte: Rádio Guaíba

Leia Também Brigada Militar prende motoboy entregador de drogas em Marau Pelo Brasil: jovem simula roubo e estupro para ganhar seguidores nas redes sociais Polícia Federal deflagra operação de combate a desvios de recursos da saúde Homem é morto a tiros em Soledade