Cão ingressa na Justiça pedindo indenização a pet shop no RS

Compartilhe
Foto: Arquivo Pessoal   Foto: Arquivo Pessoal 

No Rio Grande do Sul, uma história inusitada. Um cãozinho da raça Shih-tzu chamado Boss entrou na justiça contra uma pet shop. Ele e os dois tutores são os autores da ação.

A medida foi possível devido a uma lei, aprovada em janeiro deste ano na Assembleia Legislativa gaúcha, que coloca os animais domésticos de estimação como sujeitos de direito.

De acordo com o advogado especialista em direito animal e ambiental, Rogério Rammê, o animal, que tem 11 anos, foi na empresa para tomar banho e voltou com uma fratura na mandíbula. 

No processo, cada um dos autores faz um pedido específico, no caso do cachorro, o advogado pede reparação de danos físicos e psicológicos.

"Já se sabe que os animais são seres com emoções, que também podem sofrer psicologicamente. Por isso, trouxemos para o processo essa discussão", ressalta Rammê.

No fim da noite desta quarta-feira, o advogado entrou com mais uma ação na justiça, em nome de animais. São oito gatos e dois cachorros, que sofriam maus tratos. Eles foram resgatados da casa onde viviam acorrentados e em péssimas condições de higiene e alimentação.

Vizinhos que fizeram a denúncia. No processo, os bichinhos pedem reparação de danos, custeio de despesas em nome da ONG que os acolheu e destituição  da guarda.

FONTE: CNN BRASIL

Leia Também Governo do RS anuncia R$ 60 milhões para investimentos na recuperação de estradas Pelo Brasil: criança cai de bicicleta, risca veículo e deixa bilhete pedindo desculpas ao dono Câmara deve votar nesta segunda-feira o aumento da validade e de pontos da CNH GPD Vetquímica completa 35 anos