Enfermeira salva três recém-nascidos após explosão no Líbano

Compartilhe
Facebook(Bilal Marie Jawish)   Facebook(Bilal Marie Jawish) 
Uma enfermeira está sendo tratada como "heroína" após salvar três recém-nascidos, em um hospital atingido pelo impacto que devastou na última terça-feira (4/8), a zona portuária de Beirute (Líbano), provocando ao menos cem mortes e deixando dezenas de pessoas desaparecidas sob os escombros.

Um registro da enfermeira foi feito pelo fotógrafo Bilal Marie Jawish, que tinha se dirigido a um hospital universitário acompanhar a chegada de feridos na tragédia. Ele se deparou com a enfermeira segurando os três bebês, contou reportagem do "Daily Mirror".

Várias áreas do hospital - incluindo a maternidade - sofreram o desabamento de partes do teto e a destruição de janelas de vidro.

"Em 16 anos de trabalho, cobri muitas guerras. Posso dizer que ainda não tinha visto o que vi hoje na área de Ashrafia, especialmente em frente ao hospital. Essa 'heroína' me capturou dentro do hospital. Estava segurando três bebês recém-nascidos e cercada por dezenas de corpos e feridos", escreveu o fotógrafo no Facebook.

A explosão matou quatro enfermeiros e feriu cerca de 200 pacientes, visitantes e funcionários ao deixar o hospital fora de operação. O centro médico sofreu danos significativos e ficou sem eletricidade por várias horas após a explosão.

*Jornal Extra

Leia Também Sindilat sinaliza novo padrão de consumo do leite Coleurb e Sest/Senat realizam ações durante a Semana Nacional do Trânsito Petrobras anuncia aumento de 4% para o preço da gasolina a partir desta quarta-feira Secretário dos Transportes afirma que edital para obras na ERS 324 entre Passo Fundo e Marau pode ser publicado ainda este ano