RABISCOS SEMANAIS: Coração de Estudante

Postado por: Leandro de Mello

Compartilhe


Ao escrever a poesia “Ser estudante” Fábio Ferreira exclama: “no peito do estudante bate um coração que pulsa no ritmo das palavras sem limites. Sem limites para um sonho que não se esvai. Sem limites para a vida que não se finda entre quatro paredes d’uma escola [...]. Ser estudante é ser protagonista de sua própria história.” Mais! “É não morrer a esperança no caminho!” A sensibilidade poética fora inspiração à Semana do Estudante, em 2010, que propôs o tema “Cultura: nossa terra, nossa história e nossos sonhos” e o lema: “Juventude: muitas caras, muitas cores, em marcha contra a violência”.  

Somos todos(as) aprendizes, jovens e/ou adultos, uma vez que a construção do saber, da personalidade e do protagonismo, nos retratos educativos, defrontam-nos com interlocutores(as) detentores de experiências, personalidades e saberes diversos. O teólogo João Batista Libanio propõe na obra A arte de formar-se, que “pensa quem sabe perguntar-se a si e à realidade. Onde há respostas prontas, feitas, fixas, não há espaço para pensar” (LIBÂNIO, 2001, p. 23).

Na década de 1980 o episcopado brasileiro afirmou: “É grande desafio para a Igreja a elaboração de uma pedagogia capaz de levar o jovem contemporâneo a uma adesão a Jesus Cristo e seu projeto de vida” (CNBB, 1986, n. 59). Por isso, a consciência de que “o futuro da sociedade e da Igreja depende da capacidade de escutar o que acontece no mundo jovem, de respeitar a sensibilidade própria do jovem, que vive o momento presente, de encontrar novas soluções práticas e de pressentir novos rumos” (CNBB, 1986, p. 7).

Papa Francisco desafia-nos constantemente à evangelização no construto do “caminho de diálogo” (EG, n. 238). Ora, “este diálogo é que permite o sábio confronto, a participação aberta e o planejamento que promove a participação corresponsável de todos nas decisões, na tarefa e na avaliação,” recorda a Conferência Episcopal Latino-americana (CELAM, 1987, p. 200). O documento final da XV assembleia geral ordinária do sínodo dos bispos – Os Jovens, a Fé e o Discernimento Vocacional – refere-se aos centros juvenis, por exemplo, como espaços específicos dedicados pela comunidade cristã aos jovens externando a “paixão educativa da Igreja” (DI, n. 143). Mesmo raros, atualmente, tais espaços transmitem heranças educativas sócio eclesiais; e faz-se “necessário pensar uma renovação criativa e flexível dessa realidade, passando da ideia de centros estáticos, aos quais os jovens podem ir, à ideia de sujeitos pastorais que se deslocam com e em direção aos jovens, capazes de encontra-los em seus lugares de vida” (DI, n.143).

Arte, cultura e educação, são temas caros à juventude brasileira desde outrora e instigam, ainda hoje, novidade apostólica, dinamismo e ativa participação transformadora. Milton Nascimento, em 1983, lançava a canção “Coração de Estudante,” ícone musical às lutas populares da época, especialmente aos jovens brasileiros. Para fins de curiosidade e “para não dizer que não falei das flores”, parafraseando Geraldo Vandré, cabe dizer que “coração de estudante” é nominada também uma bela planta, em flor, do estado mineiro. É preciso cultivar a esperança, certo? Regar, talvez, pela poesia e não temer espinhos para perfumar horizontes, não é?

Na história, a Semana do Estudante caracteriza-se como atividade diferenciada porque se propõe refletir e trabalhar a partir do protagonismo estudantil. Compreende-se que estudantes, organizados(as) e comprometidos(as) com a transformação, são capazes de construir uma educação e uma sociedade com novos valores, com respeito, cuidado, sensibilidade. Enquanto agente pastoral e assessor juvenil da Igreja Católica, em Passo Fundo, coparticipo do diálogo e da ação.

Neste 2020, as Pastorais de Juventude do Brasil (PJMP, PJR, PJE e PJ) propõem, à Semana do Estudante (SdE 2020), refletir o tema "Educação é um direito e não um privilégio!" Iniciando a partir do dia nacional do estudante, 11 de agosto, a semana conclui-se dia 17, pelo lema: "A educação e o direito de todas/os e o dever do Estado" (Cf 88. Art. 205). A iluminação bíblica baseia-se na profecia de Isaías: "Serás libertado pelo direito e pela justiça" (1,27). É-nos permanente convite à reflexão, diálogo e ativa participação, portanto. Sapere aude, isto é, "atreva-se a conhecer!" (Immanuel Kant).

Amados(as) jovens, “amo a todos(as) vocês em Jesus Cristo” (1Cor 16,24), compartilho cruzes, alegrias e utopias. Coragem! Não tenhais medo! (Mt 14,27). Ser estudantes é ato revolucionário à sociedade que construímos ontem, hoje e às futuras gerações. Parabenizo e abraço vocês através de duas pessoas amigas, também estudantes de coração: Joice, 15 anos e Marcos, 25 anos.

Joice Fagundes dos Santos, vencedora do 1° Campeonato Slam Sesc Passo Fundo, em 08 de novembro de 2019, é estudante de escola pública e filha caçula. Habitante rural, encontrou-se estudando poesia. Ao lhe felicitar, escutei Joice dizer: “O Slam foi uma oportunidade incrível, porque normalmente na adolescência a gente se sente desvalorizada e lá podemos falar o que sentimos e nossas dores. Foi de jovem pra jovem e de jovem pro mundo!”

O Slam é um estilo de poesia falada, nutrida via cultura Rap e Hip hop – espaço de expressão juvenil – conheci-o, em Belo Horizonte MG. Gratidão, pois, “a tua poesia nos representa” Joice, reverberando motivações inspiradoras de outros(as) jovens. Alegram-nos, ademais, as melodias e os acordes, nas harmônicas cordas tocadas pelo Marcos Casanova, vencedor brasileiro na primeira edição do concurso internacional de violão RC STRINGS GUITAR COMPETITION, entre os dias 10 e 24 de julho de 2020. Marcos, presença discreta e talentosa nos arranjos musicais da Romaria de Nossa Senhora Aparecida, peregrina além fronteiras. Seguimos portanto, citando Gonzaguinha, a “viver. E não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar e cantar a beleza de ser” e ter eterno aprendiz, coração de estudante!



Padre Leandro de Mello - @padreleojuventude

Passo Fundo, 11 08 2020



Leia Também Preparai o caminho À espera do Senhor O verdadeiro valor Referencial Curricular Novo Ensino Médio no RS em consulta pública