Covid-19: governador Ratinho Júnior quer vacina da Rússia no Paraná

Compartilhe

O governo do Paraná anunciou que irá assinar nesta quarta-feira (12) um convênio com a empresa estatal russa para produzir a vacina Sputnik V, contra o novo coronavírus. O nome da vacina faz referência ao primeiro satélite lançado ao espaço na história, pela então União Soviética, em 1957.

De acordo com o governo, o acordo prevê que o estado poderá fazer testes, produzir e distribuir a vacina. A previsão é de que o convênio seja assinado pelo governador Ratinho Júnior (PSD) e o embaixador da Rússia, às 14h da quarta-feira.

Segundo o governo, a etapa seguinte à assinatura do acordo é o compartilhamento do protocolo russo com a Anvisa, para que a agência libere as demais etapas. Foi feita uma primeira aproximação entre o governo do estado com as autoridades russas. No momento, o protocolo está sendo estudado.

Nesta terça-feira (11), o presidente Vladimir Putin afirmou que a Rússia se tornou o primeiro país do mundo a conceder aprovação regulatória para uma vacina contra a covid-19 após menos de dois meses de testes em humanos, uma medida aclamada por Moscou como prova de eficiência científica.


Fonte: R7

Leia Também Com morte de mulher de 70 anos, total de óbitos por coronavírus chega a 153 em Passo Fundo Presidente Trump ataca a China e afirma que os Estados Unidos vão livrar o mundo do coronavírus Representantes de escolas infantis e particulares fazem manifestação pela volta das aulas em Passo Fundo Homem de 35 morre em decorrência da Covid-19 em Passo Fundo; total de óbitos vai a 152