Bolsonaro cria coordenação para cuidar da política pública de cães e gatos

Compartilhe
O presidente Jair Bolsonaro determinou a criação de um departamento específico para tratar de políticas públicas voltadas para pets como cães e gatos. A Coordenação Nacional  de Proteção e Defesa Animal foi instituída por meio de decreto publicado nesta quarta-feira (12), que reestruturou o Ministério do Meio Ambiente. 
As mudanças têm 45 dias para serem implementadas. A nova coordenadoria está ligada à Secretaria da Biodiversidade, subordinada ao Departamento de Conservações de Espécies, dedicados à proteção de fauna e flora brasileira e exótica.
Nunca houve nada parecido, na defesa e proteção animal. É a pauta da proteção dos pets, com cachorros e gatos, segundo a assessoria presidencial.


Leia Também Dano ambiental e perigo aos condutores: fogo em vegetação às margens da ERS 324 em Passo Fundo Estimativa é que Passo Fundo recicla 6% dos resíduos sólidos produzidos Passarela para anfíbios: em entrevista à Planalto News, biólogo defende a importância da construção Sustentabilidade: Rádios Planalto instalam placas de energia solar fotovoltaica