Curso de Medicina da UFFS comemora sete anos em Passo Fundo

Compartilhe

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Passo Fundo comemora, nesse mês de setembro, sete anos do início de suas atividades na cidade. No dia 23 de julho de 2013, ocorreu a publicação da Portaria nº 323, da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação, a qual autorizou o funcionamento do Curso de Medicina em Passo Fundo, como parte da Política Nacional de Expansão das Escolas Médicas das Instituições Federais de Educação Superior. E no dia 16 de setembro, iniciaram as primeiras atividades no Campus provisório, junto ao Seminário Nossa Senhora Aparecida.

O Campus Passo Fundo ocupa atualmente uma área central na cidade, doada pela União à UFFS por meio da Portaria nº 301 do Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão, de 22 de dezembro de 2016. A área doada é de 5,2 hectares, onde foi edificado o Bloco A, com 5.344.41 m2, contendo salas de aulas, laboratórios, auditório, salas para a estrutura administrativa, espaço de convivência e estacionamento. No prédio ao lado funciona também o Anexo I com mais três salas de aula e banheiros. Além disso, já está em construção, mais dois anexos que funcionarão como biblioteca e sala de professores.

No Campus Passo Fundo funciona também os ambulatórios de ensino da UFFS em parceria com o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) e com o Hospital de Clínicas, em que todo o atendimento nesses ambulatórios é 100 % pelo Sistema Único de Saúde.

Ainda está prevista para esse ano, a reforma da torre do telégrafo, onde funcionará o Diretório Acadêmico e a Atlética do curso criando um maior espaço de convívio acadêmico.

 

CONSOLIDAÇÃO

Com sete anos de existência, a UFFS – Campus Passo Fundo possui 335 alunos matriculados, 30 servidores técnicos, 265 médicos residentes e mais 09 residentes da residência multiprofissional.

São 29 programas de residência médica e 1 programa de residência multiprofissional. O curso de Medicina possui ainda 71 professores o que dá uma média de 1 professor para cada 4,68 alunos – uma média considerada de qualidade internacional.

Os alunos do curso participam também de atividades acadêmicas junto a diversos municípios conveniados nas cidades de Ernestina, Sertão, Pontão, Marau, Carazinho e Passo Fundo.

Cabe de agora em diante a tarefa mais complicada: manter e dar sequência a obra iniciada. É preciso configurar a sua solidez com crescimento e qualidade. Dessa forma, sejamos todos partícipes de forma serena e conjunta na construção futura da nossa UFFS.

Leia Também Cirurgia bariátrica reduz riscos das demais doenças Novo alerta vermelho: HSVP orienta sobre quando se deve buscar atendimento na Emergência Todos com o Lucca: ainda é possível colaborar com essa campanha! Novo Alerta Vermelho: Emergência do HSVP atinge capacidade máxima