Governador Eduardo Leite pede retirada de projeto da Reforma Tributária da Assembleia Legislativa

Compartilhe

O governo de Eduardo Leite (PSDB) decidiu interromper a tramitação dos três projetos de lei que fazem parte da Reforma Tributária na Assembleia Legislativa. O Executivo pediu a retirada da proposta durante a reunião dos líderes das bancadas no final da manhã desta terça-feira (22).

O requerimento precisa ser aprovado pelos parlamentares. A tendência é de que isso aconteça amanhã, na sessão ordinária que acontece à tarde. Com isso, a proposta que tinha como objetivo a garantia do equilíbrio das contas no ano que vem só vai poder voltar a ser debatida caso novos projetos sejam enviados à Casa.

O item mais polêmico e relevante da pauta, que passou por várias mudanças nas últimas semanas, era a manutenção da majoração nas alíquotas de ICMS, em 30% sobre a energia, telecomunicações e combustíveis. A taxa foi aprovada ainda durante a gestão de José Ivo Sartori (MDB) e vale até o dia 31 de dezembro de 2020.

Leia Também Vereadores aprovam projeto que permite fornecimento de computadores aos estudantes de baixa renda Rádio Planalto News reuniu candidatos a vice-prefeito de Passo Fundo em debate nesta quarta-feira App E-Título garante agilidade para os eleitores em 2020 STF confirma não ser obrigatório portar título de eleitor para votar