Qual o sentido da vida?

Postado por: Élvis Mognhon

Compartilhe

A pergunta pelo sentido da vida é muito antiga na história da humanidade. O ser humano sempre se perguntou pelo sentido de sua existência. As respostas para essa pergunta podem ser as mais diversas e inimagináveis, mas elas precisam ser reconhecidas a partir do horizonte de significação de cada um.

Nessa semana, entre uma interação e outra, minha filha de sete anos me perguntou: “Papai, você sabe qual o sentido da vida?” Não pude esconder minha inquietação com a pergunta e respondi: “Já pensei muito sobre isso filha, mas te devolvo a pergunta: Para você qual o sentido da vida?” Ela parou, olhou nos meus olhos e respondeu: “O sentido da vida pra mim é conhecer-se a si mesmo”. Não pude esconder minha emoção com a resposta e o orgulho de um pai que admira a beleza da resposta de sua filha a uma questão que intriga a humanidade há séculos.

A Filosofia, no desenvolvimento do pensamento da humanidade, preocupou-se muito em responder à questão do sentido da vida. Ela encontrou terreno fértil para sua difusão na Grécia Antiga, especialmente entre os séculos VI e II a.C. Diversos foram os filósofos que se preocuparam em questionar diversos pontos da nossa realidade e pensar sobre os mesmos. Entre os filósofos mais conhecidos na atualidade destacam-se: Sócrates, Platão, Aristóteles, Heráclito. Todos eles lançaram questões sobre a existência. Além disso, a própria questão sobre a existência estava pautada na porta de acesso ao Oráculo de Delfos: “Conhece-te a ti mesmo”. Delfos era considerado um lugar de encontro das pessoas que buscavam respostas para os mais diversos temas, inclusive sobre a existência. A frase da entrada do templo já era uma grande resposta para muitas dúvidas.

O caminho do autoconhecimento é belíssimo e produz inúmeros resultados. Algumas pessoas passam a vida sem dar-se conta da importância de um olhar de cunho introspectivo. Muitas vezes são surpreendidas pelas suas incapacidades de lidar com determinadas situações e problemas. A Psicologia tem ferramentas muito adequadas para contribuir com o processo de autoconhecimento, no entanto, precisa partir do indivíduo o desejo de ingressar nesse caminho de descobertas.

A resposta à pergunta qual o sentido da vida é muito pessoal. Ela passa diretamente pelo nosso autoconhecimento. Quanto mais nos conhecemos, mais compreendemos nossos condicionantes e significantes. A resposta à pergunta do sentido da vida nos remete a novas perguntas, gerando a reflexão e novos saberes a cada resposta que vamos descobrindo. E pra você, qual o sentido da sua vida?



** O leitor poderá enviar sugestões, dúvidas, questionamentos sobre o tema para o e-mail: emognhon@gmail.com Para agendar atendimentos clínicos utilizar o WhatsApp (54) 99983 9966.



Leia Também “A figura deste mundo passa” O agir político durante a pandemia Valorize o que você tem RABISCOS SEMANAIS: Ciclística do Viver!