O menino vencedor

Postado por: Adalíbio Barth

Compartilhe

Em certa cidade, promoveram um concurso, muito comum nos meios populares, apresentando o desafio de subir num “pau de sebo”. Quem alcançasse o seu topo seria recompensado com muitos prêmios, entre os quais uma cesta básica de alimentos.

O concurso corria com muita participação. Cada vez que alguém tentava, havia muita algazarra, gritaria e torcida ruidosa. A pessoa desafiante não conseguia, dessa maneira, alcançar a meta.

De repente, um menino pobre, franzino e maltrapilho, aceitou o desafio. Subiu rapidamente até o topo do mastro, merecendo todos os prêmios. A admiração foi geral.

A comissão organizadora foi junto com o menino vencedor à casa de seus pais para levar todos os prêmios. Encontraram o pai dele num humilde casebre e quiseram saber dele o porquê do sucesso do filho.

A explicação deixou todos pensativos. “Isso foi por dois motivos – dizia -. Primeiro, porque já faziam três dias que não tinha o que comer. E segundo, porque ele é surdo, não ouvia a gritaria das pessoas ao redor”.

Vê-se, pois, que, se alguém quer alcançar algo na vida, nem sempre pode dar ouvidos ao que dizem as outras pessoas. Cada um tem condições de intuir o caminho da vitória, mesmo sem curso especializado.

Leia Também Você já ouviu falar da Síndrome de Burnout? Pe. Ivo e Pe. Fernando, gratidão! A convicção e o testemunho da Ressurreição Deus sobre uma árvore