Seguro Cotrijal: área contratada para o verão supera os 100 mil hectares

Compartilhe


A preocupação com a sustentabilidade do negócio tem levado os produtores da Cotrijal a ampliarem a área coberta com seguro agrícola. Para esta safra de verão, o volume contratado através da Cotrijal Seguros já supera os 100 mil hectares, a maior parte para a soja. O crescimento em relação a safra passada é de 100% - foram 53.656 hectares no ciclo anterior.

O superintendente Administrativo-Financeiro, Marcelo Ivan Schwalbert, revela que os números representam 75% de seguro em relação à área financiada junto à cooperativa. “Era uma de nossas metas, desde que iniciamos a Cotrijal Seguros, em 2016, que todos os produtores aderissem, para a sustentabilidade da propriedade e também da cooperativa”, destaca.

Um dos grandes diferenciais do seguro disponibilizado pela Cotrijal aos seus associados é a garantia em sacas/hectare baseada no histórico de produtividade da propriedade e não na média do IBGE. “Temos produtores garantindo, na soja, até 56 sacas/hectare, pela elevada média de produtividade nos últimos anos. A média das apólices contratadas tem ficado em 46 sacas/hectare”, informa Schwalbert.

Com o custo direto para implantação da lavoura ao redor de 28 sacas/hectare na soja nesta safra, e considerando que pela forma antecipada como a Cotrijal trabalha a venda do seguro os produtores conseguem, em sua maioria, acesso à subvenção federal, a ferramenta tem se mostrado indispensável para garantir maior tranquilidade. “O melhor é que não seja necessário acionar o seguro, mas tivemos uma prova, no último ciclo da soja, da importância dessa ferramenta”, afirma o superintendente, lembrando que as indenizações, em função da quebra de safra, resultaram em R$ 50 milhões que retornaram para as propriedades.

Acesse a entrevista com o superintendente Administrativo-Financeiro, Marcelo Ivan Schwalbert
Acesse a entrevista com o produtor Márcio José Turella


SAFRA DE INVERNO: R$ 1,8 MILHÕES EM SUBVENÇÃO

A colheita das culturas de inverno se aproxima e os produtores que fizeram o seguro agrícola através da Cotrijal contabilizam redução de custos por terem conseguido o acesso à subvenção federal. Neste ano, o valor alcançado supera R$ 1,8 milhão, 85% a mais do que na safra anterior, quando chegou a pouco mais de R$ 972 mil.

O crescimento ocorreu em função do aumento da área plantada com trigo e cevada e também pela forma antecipada como a cooperativa trabalha a oferta dos planos. “Em março já iniciamos as contratações, o que tem possibilitado que praticamente 100% dos nossos produtores consigam o benefício federal e representa de 35 a 40% de redução no custo do seguro”, explica o superintendente Administrativo-Financeiro da Cotrijal.

Schwalbert destaca que muitos produtores contratam o seguro mesmo antes de definirem os insumos para a lavoura. “O seguro agrícola já faz parte do planejamento da maioria dos produtores da cooperativa, que entendem a importância de ter a garantia de cobertura para os custos de produção caso algum problema climático afete a produtividade e, no caso da cevada, também a qualidade”, finaliza.

O QUE É A SUBVENÇÃO – O Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) oferece ao agricultor a oportunidade de obter auxílio financeiro e contratar uma apólice de seguro para sua lavoura com custo reduzido. O objetivo é reduzir as perdas do produtor, em caso de quebra de safra, ao recuperar o capital investido na sua lavoura. Para os grãos em geral, o percentual de subvenção ao prêmio pode variar entre 20% e 40%, a depender da cultura e tipo de cobertura contratada.

Leia Também Confira o cronograma de recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos no interior de Passo Fundo Dia de Campo de Inverno da Cotrijal traz conteúdo relevante para o produtor Quinta edição do Seminário de Bovinocultura de Leite Coasa estreia em formato digital Cotrijal terá Dia de Campo de Inverno virtual