Arroz, banana e tomate puxam aumento da cesta básica em Passo Fundo

Compartilhe
O custo da cesta básica de Passo Fundo registrou alta de 2,97% no mês de setembro. Conforme dados divulgados nesta sexta-feira, 9 de outubro, pelo Centro de Pesquisa e Extensão da Universidade de Passo Fundo (Cepeac/UPF), no mês de agosto, foram necessários R$1007,18 para a aquisição da cesta, ao passo que em setembro o custo foi de R$1037,16, o que representa uma alta de R$29,98 por cesta.

De acordo com o estudo, dos produtos pesquisados, entre os dez itens que obtiveram maior alta de preços, todos são pertencentes ao grupo da alimentação. Por outro lado, entre os dez itens que apresentaram maior queda em seus preços, seis pertencem ao grupo de alimentação, três ao grupo de higiene pessoal e um ao grupo de limpeza doméstica.

A pesquisa observou que os produtos que acumularam maiores altas de preços no mês foram banana, arroz e tomate, com preços majorados em 45,79%, 23,98% e 21,55%, respectivamente. Já os produtos de maior queda foram lâmina de barbear, desodorante e ovos, com preços reduzidos em 15,27%, 11,69% e 9,44%, respectivamente.

Além disso, com relação a evolução anual do custo da cesta básica de Passo Fundo, houve uma alta de 20,63%, passando de R$859,80 em setembro de 2019 para R$1037,16 em setembro de 2020, ou seja, uma alta de R$177,36.

O Cepeac é vinculado à Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis (Feac) da UPF. Confira AQUI a pesquisa completa.

 Foto: Divulgação

Leia Também Chega a 14 número de mortos na Turquia e Grécia após terremoto Paraguai abre fronteira com o Brasil em tempo integral Homem oferece R$ 100 milhões para fazer selfie com Bolsonaro França: ataque a faca deixa mortos e feridos na manhã desta quinta-feira