Exportações de frango do RS crescem 24%

Compartilhe
Foto: Divulgação / BRF   Foto: Divulgação / BRF 

A avicultura de corte do RS exportou um total de 505,2 mil toneladas de carne de frango entre janeiro e setembro deste ano, registrando crescimento de 24% comparado com volumes exportados no mesmo período ano anterior, em receita as exportações avícolas gaúchas atingiram um faturamento de US$ 687,2 milhões, registrando um crescimento de 7,7% também sobre igual período de 2019.

No comparativo setembro deste ano com setembro do ano passado, as exportações de carne de aves do RS registraram recuo de 7,5% em volumes, ou seja, 52,6 mil toneladas exportadas este ano contra 56,9 toneladas no ano passado e recuo de 19,7 % em receita comparando setembro deste ano com mesmo mês do ano anterior.

“O quadro das exportações avícolas traz um certo alento para o setor, pois o cenário do mercado interno está retraído e com custos elevadíssimos, tal situação deverá provocar um realinhamento em nossa plataforma de produção e comercial”, comentou Eduardo Santos – Presidente Executivo ASGAV/SIPARGS.

A nível Brasil a avicultura exportou 3,1 milhões de toneladas de carne de frango de janeiro a setembro deste ano, registrando um avanço de 1,3% comparado com os mesmos meses de 2020 e no faturamento um recuo de -12,1% atingindo a faixa de US$ 4,6 bilhões.

Na análise da ASGAV, o comportamento das exportações gaúchas de carne de frango no período de janeiro à setembro deste ano, continua revelando recuperação das perdas de 2019, porém, com efeitos da pandemia, cotações de grãos e outros entraves, o setor está avaliando os rumos da produção tanto de carnes quanto de ovos.

No setor de ovos a situação também remete para necessidade de revisão do plano de produção para atenuar os impactos do alto custo de produção.

O atual quadro mercadológico para carne de aves e ovos é delicado e enfrenta um movimento de aumento fora do normal de 65% no preço do milho e de 69% de aumento no preço do farelo de soja nos últimos 12 meses, enquanto os produtos avícolas registram variação em média de 24% no mesmo período.

As exportações de ovos não seguem mesmo caminho da carne de frango e registram queda de 46,5% neste período apurado de 2020 comparado com o mesmo período do ano anterior, ou seja, 1,053 toneladas exportadas esse ano contra 1,968 toneladas de ovos exportadas no mesmo período de 2019, seguido por queda na receita cambial de 38%.

Fonte: Comunicação – O.A.RS

Leia Também Black Friday: veja as dicas para não ser enganado ‘A gente se prepara pra tudo’, admite Bolsonaro sobre prorrogar auxílio emergencial Mega-Sena da Virada vai sortear prêmio estimado em R$ 300 milhões Associados do Sicredi já podem utilizar o Pix