Após anúncio de Robinho, condenado por estupro, patrocinadora rompe com o Santos

Compartilhe

A contratação do atacante Robinho levou uma empresa a romper seu contrato de patrocínio com o Santos.

Uma rede de franquias da área de ortodontia estética, que tinha acordo até fevereiro de 2021 para exibir sua marca dentro dos números da camisa do Santos, tomou a decisão na tarde desta quarta-feira.

Richard Adam, diretor de operações da empresa, disse ao ge por telefone:

– Nós temos enorme respeito pela história do Santos. Mas neste momento decidimos pelo rompimento do contrato de patrocínio. Nosso público é majoritariamente feminino e, em respeito às mulheres que consomem nossos produtos, tivemos que tomar essa decisão. Queremos deixar claro que não fomos informados previamente sobre a contratação de Robinho, fomos pegos de surpresa pela imprensa no fim de semana.

Robinho, de 36 anos, acaba de assinar um contrato de cinco meses com o Santos. Em novembro de 2017, uma corte em Milão, na Itália, o condenou a nove anos de prisão pelo crime de estupro de uma mulher, com outros cinco homens.

Trata-se de uma decisão em primeira instância, a qual cabem recursos. O jogador está recorrendo. Não é uma condenação definitiva, e Robinho está livre para jogar.


 Foto: Ivan Storti/Santos FC

Leia Também Pelé comemora 80 anos nesta sexta-feira Passo Fundo Futsal vence Guarany em Espumoso pela Liga Gaúcha Corredores da Associação Passo-Fundense de Atletismo voltam às competições após seis meses Passo-fundense participa de card de MMA nesta sexta-feira