Reaberta a Ponte da Amizade entre Brasil e Paraguai

Compartilhe

Após quase sete meses fechada, a Ponte da Amizade, ligação entre Foz do Iguaçu (PR) e Ciudad del Este, foi reaberta pelos governos do Brasil e Paraguai. Enquanto a portaria brasileira permite a entrada de pedestres em qualquer horário, o Paraguai adotou protocolo com restrições. Estrangeiros só podem ingressar no país de carro, moto ou van das 5h às 14h e o retorno está liberado até a zero hora.
A suspensão do bloqueio foi marcado pela expectativa de comerciantes e taxistas, mas o movimento foi bem abaixo do normal. A circulação no Paraguai está permitida até 30 quilômetros da aduana e a permanência no país é de, no máximo, 24 horas. Barreiras sanitárias foram montadas para o controle. O protocolo do governo paraguaio é válido por 15 dias. Apesar da portaria do país vizinho exigir testes de covid-19 para quem não reside em Foz, na prática, pelo menos hoje, não ocorreu controle. A única exigência para quem ingressou de carro ou moto foi o uso de máscara.

O comércio paraguaio estava de portas abertas, mas o número de compristas foi pequeno. A esperança de trabalhadores e comerciantes é de que nos próximos dias o movimento seja maior. O fluxo de veículos no sentido Brasil-Paraguai também foi tranquilo neste primeiro dia e bem abaixo do normal. No lado brasileiro, não havia filas ou congestionamentos.

Foto: Divulgação

Leia Também Cucas serão vendidas na Paróquia Santa Teresinha neste sábado Pelo Brasil: candidato a vereador é preso com dinheiro na cueca Exportação é estratégia para buscar mais estabilidade no mercado, afirma consultor Rede de Farmácias São João inaugura filial em prédio histórico na cidade de Garibaldi