Número de pessoas que desistiram de procurar emprego bate recorde

Compartilhe
Reprodução / Internet   Reprodução / Internet 

Entre os altos números do desemprego em meio à pandemia do novo coronavírus, a quantidade recorde de pessoas que simplesmente desistiram de procurar trabalho é uma das notícias mais tristes.

Ao divulgar a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) nesta sexta-feira, o IBGE revelou que 5,9 milhões de pessoas fazem parte do grupo dos chamados desalentados, maior número desde 2012.

Entre junho e agosto, esse segmento ganhou 440 mil brasileiros, subindo 8,1% em comparação com o trimestre anterior, de março a maio.

Desalentados são aqueles que, apesar de terem condições de trabalhar e interesse, sucumbiram à crise e pararam de procurar emprego.

*R7

Leia Também Caixa atende clientes neste sábado em Passo Fundo Mix Center inaugura filial no Bairro Boqueirão Bolsonaro sugere 'banho rápido' para economizar gastos com energia elétrica Pix tem 100 milhões de chaves registradas