Postos atendem neste sábado em Passo Fundo no Dia D de vacinação para crianças e adolescentes

Compartilhe

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomelite e a Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes encerram no próximo sábado (21), quando haverá o Dia D. Para estimular a procura pela imunização e facilitar o acesso das famílias, as unidades de saúde ficarão abertas das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia.

A preocupação da Secretaria Municipal de Saúde é com relação à poliomielite. A meta é vacinar 95% das crianças com idades entre um a cinco anos incompletos. Até o momento, o índice de imunização é de 63%.

Além da poliomelite, são verificadas outras 17 vacinas. A orientação é que, mesmo com a vacinação dos filhos em dia, os pais procurem a unidade mais próxima da sua casa para avaliar se há alguma dose que não foi realizada.

A coordenadora de Vigilância em Saúde de Passo FundoMarisa Zanatta, destaca a importância da vacinação, mesmo de doenças já erradicadas. “A vacinação é a forma mais eficaz na prevenção das doenças imunopreveníveis, protege a pessoa que toma e também as que estão ao seu redor, diminuindo a chance de contágio inclusive para aqueles que não tomaram a vacina. Leve seu filho a uma unidade de saúde, pois vacinar é um ato de amor”, considera.

 

Poliomelite

A população-alvo para a vacina contra a poliomielite são as crianças de um a cinco anos incompletos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), que deverão ser vacinadas indiscriminadamente com a Vacina Oral Poliomielite (VOP) desde que já tenham recebido as três doses de Vacina Inativada Poliomielite (VIP) do esquema básico de vacinação.

A meta mínima é vacinar 95% do grupo. Em Passo Fundo, estima-se vacinar mais de 9.960 crianças.

 

Multivacinação

Essa campanha objetiva a atualização da situação vacinal de crianças e adolescentes com até quinze anos incompletos (14 anos 11 meses e 29 dias). A estratégia é vacinar de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação. Esta estratégia busca imunizar crianças e adolescentes ainda não vacinados ou com esquemas de vacinação incompletos. Adolescentes e crianças menores de 15 anos devem atualizar a caderneta de vacinação.

Um dado importante é que a vacina ACWY, que previne meningite e outras infecções, passou a ser disponibilizada na rede pública e entrou neste ano para o calendário. Ela deve ser feita na faixa entre 11 e 12 anos.

 

 

Leia Também Curso Técnico em Enfermagem do HSVP está com inscrições abertas Após nascer prematuro, pequeno guerreiro Luiz Felipe recebe alta da CTI Neonatal do HSVP Passo Fundo registra cerca de 100 novos casos de AIDS por ano Residência em Dermatologia HSVP/UFFS é referência no interior do estado