Sementes misteriosas: 47% das amostras analisadas apresentam risco às lavouras do país, diz ministério

Compartilhe
Reprodução / Internet   Reprodução / Internet 
O Ministério da Agricultura divulgou nessa quarta-feira (25) que analisou, até o momento, 36 amostras de pacotes de sementes misteriosas que chegaram do exterior na casa de brasileiros.

Do total, 47% das amostras já analisadas apresentaram algum risco fitossanitário ao país, segundo o ministério.

Segundo o ministério, até o final de outubro, foram recebidos 525 pacotes de sementes não solicitadas. 

O governo afirma que os pacotes teriam sido  enviados de 4 países da Ásia. Moradores de Estados Unidos e Canadá também registraram casos semelhantes. A suspeita das autoridades é de que seja uma fraude relacionada ao comércio on-line. Clique aqui para saber mais.

O governo afirma que os pacotes teriam sido enviados por países da Ásia, como China e Malásia, e pela região administrativa chinesa Hong Kong. Porém, a China, por exemplo, nega que tenha feito envios ao país.

Em setembro, produtores da região de Passo Fundo confirmaram ter recebido as sementes. Elas foram entregues em Carazinho e Campinas do Sul. Em Rio Grande, no Sul do Estado, também foi recebida a encomenda misteriosa.

Já o programa Sentinela Cotrijal reforça o pedido de não utilização destas sementes. Produtor, se você receber algum tipo de semente não solicitada manuseie o mínimo possível, não abra e não semeie. 



Leia Também Presidente Nei Manica fala à Planalto News sobre o cancelamento da Expodireto Cotrijal 2021 Por precaução sanitária, Cotrijal decide cancelar edição 2021 da Expodireto Cancelada a Expoagro Afubra 2021 Planalto nos Bairros: Aapecan e Associação de Moradores da Vila Popular recebem doações da Feira do Produtor