Passo Fundo fechou o ano passado com 3.231 nascimentos e 1.986 óbitos

Compartilhe
Foto: Alex Borgmann / Divulgação   Foto: Alex Borgmann / Divulgação 
O ano de 2020 ficará marcado na trajetórias nas vidas de todas as pessoas. Foi um ano de pandemia e, naturalmente, gerou as curiosidades para se saber o total de nascimentos, óbitos e as próprias estatísticas de relações sociais como casamentos e divórcios no período em Passo Fundo.

De acordo com o Registro Civil de Pessoas Naturais, no ano que passou nasceram 3.231 pessoas na cidade. O total de óbitos foi de 1.986.  Entre esses, pela soma apresentada pela Secretaria Municipal de Saúde, ao todo foram 222 óbitos por consequências do coronavírus. 

Sobre os nascimentos, foram mais meninos que meninas. Bebês do sexo masculino foram 52,10% e do sexo feminino 47,90%. A maioria dos óbitos também foi do sexo masculino, 1.118 (56,30%) e 868 pessoas do sexo feminino (43,70%).

Sobre as causas das mortes, o levantamento também foi apresentado pelo Registro Civil de Pessoas Naturais. Foram 93,60% das mortes por causas naturais, ou seja, 1.859. Por homicídio, ocorreram 40 mortes, 25 por suicídio e 62 por acidentes.

Foram 31 os registros de natimortos (16 do sexo masculino e 15 do sexo feminino).

Em relação aos casamentos, foram 754 em Passo Fundo no ano passado. No total foram 58 emancipações e 115 interdições.

Foram dadas 318 sentenças de divórcios entre passo-fundenses. Os divórcios por escritura pública foram 123.

Além disso, ocorreram no ano de 2020, 06 restabelecimentos de sociedade conjugal.

Leia Também Pelo Brasil: aluna de autoescola é reprovada após derrubar muro durante prova Líder de Sindicato fala à Planalto News sobre mobilização dos caminhoneiros Governo do RS autoriza novos concursos públicos para mais de 3,4 mil vagas Advogado Itamar Basso analisa proposta de deputado para mudança de Hino Rio-Grandense