Mortandade de peixes é registrada na Barragem de Ernestina

Compartilhe
Está sendo constatada grande quantidade de peixes mortos na orla da Barragem de Ernestina. O motivo deve ser a falta de oxigênio devido à redução no nível das águas. As chuvas têm sido muito fracas, insuficientes para encher o reservatório.
Chama mais a atenção a morte de espécies como traíras e jundiás, que são mais resistentes. A maior quantidade morta é da espécie acará. Cascudos também são encontrados mortos.



Leia Também Edgar Frank eleito presidente do Hospital São José de Sertão Prefeito de Ernestina e secretário de Saúde e Assistência Social falam do início da administração Prefeito de Água Santa define ações em conjunto com o DAER Município de Coxilha recebe cinco veículos da Receita Federal