"Vacina, já!": professores estaduais fazem protesto em frente ao Piratini

Compartilhe

Como parte do “Dia de Luta”, os professores e funcionários das escolas da rede pública estadual realizaram nesta terça-feira um protesto na frente do Palácio Piratini. A presidente do Cpers, Helenir Aguiar Schürer, disse que a manifestação da categoria teve o objetivo de cobrar os dias parados da greve do ano passado. “Insistimos que devemos receber porque trabalhamos e houve a recuperação das aulas”, explicou.

Além disso, Helenir Aguiar ressaltou que existe uma defasagem salarial de quase 40% dos vencimentos e não há, segundo a presidente do Cpers, nenhum movimento do governo estadual com relação ao reajuste dos salários dos docentes e dos funcionários de escola.

Na frente do Piratini, os professores levaram um cartaz com a mensagem “Vacina Já!”. O ato contou com a presença de representantes dos núcleos do Cpers e da direção da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação. Segundo Helenir Aguiar, mesmo com todos os problemas enfrentados durante a pandemia da Covid-19, os professores se desdobraram para oferecer um trabalho de qualidade para os alunos.



Foto: Reprodução Facebook

Leia Também Mantida suspensão das aulas presenciais em escolas públicas e privadas do RS RS busca antecipar vacinação de trabalhadores da educação pública e privada Em formato remoto, iniciam as aulas da rede municipal Governo do RS recorre para restabelecer ensino presencial para educação infantil e 1° e 2° anos do ensino fundamental