Jogadores e presidente do Palmas morrem em queda de avião no Tocantins

Compartilhe

Um avião particular caiu, na manhã deste domingo (24), após decolar de uma pista de pouso em Luzimangues, em Porto Nacional, no Estado de Tocantins. A aeronave acabou atingindo o solo em um matagal após a cabeceira da pista.

Estavam a bordo o presidente do clube Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira e mais quatro jogadores, o Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, além do piloto, identificado como “Comandante Wagnwer”. Não houve sobreviventes.

Imagens mostram que a aeronave ficou completamente destruída com o choque. O Corpo de Bombeiros estão no local do acidente.

A equipe do Palmas iria enfrentar o Vila Nova pela Copa Verde, em Goiânia. A partida estava programada para esta segunda-feira (25).

Veja a nota oficial do clube na íntegra:

“O Vila Nova Futebol Clube recebe com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner.

Parte da delegação viajava para Goiânia, para a partida da Copa Verde nesta segunda-feira, 25, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, contra o Vila Nova, quando o grave acidente ocorreu com o avião de pequeno porte.

O Vila Nova deseja que todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano”.


Fonte: Tupi/RJ

 (Foto: Reprodução)

Leia Também Confira na íntegra os posicionamentos do Arcebispo Dom Rodolfo e advogada de defesa do padre Elizeu Moreira Arcebispo Dom Rodolfo se manifesta na Rádio Planalto News FM 92.1 sobre a prisão de padre em Passo Fundo Conselho Paroquial de Tapejara emite nota sobre prisão de padre em Passo Fundo Sobrevivente de tragédia da Chapecoense volta a sofrer acidente grave