Diretoria da Acisa solicita apoio ao deputado Nereu Crispim para conclusão do asfaltamento da Transbrasiliana

Compartilhe

O deputado federal Nereu Crispim (PSL-RS) cumpriu agenda nessa sexta-feira em Passo Fundo, participando de um encontro na Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agronegócio (Acisa). A comitiva do deputado foi recebida pelo presidente da Acisa, Cássio Gonçalves, e pelas vice-presidentes, Fabiana Venzon (Agronegócio) e Sandra Rodriguês (Indústria). Também participaram o secretário municipal de Transportes e Serviços Gerais, Patric Cavalcanti, e o delegado regional da Federação Internacional de Educação Física, Everton Deiques.

Durante a reunião, o presidente da Acisa entregou ao deputado um ofício solicitando apoio em algumas pautas consideradas importantes para a retomada da economia, como as reformas tributária e administrativa. “Uma reforma tributária alicerçada na simplificação de tributos, na desburocratização, no tratamento isonômico entre os setores e na transparência dos procedimentos fiscais, sem gerar aumento da carga tributária para os setores produtivos, é o que o país precisa”, diz um trecho do documento. Sobre a reforma administrativa, a Acisa destaca que é necessário “melhorar a estrutura do serviço público eliminando gastos desnecessários que drenam recursos públicos, desburocratizando e aumentando a eficiência, a qualidade e a transparência nos serviços prestados”.

Outro apoio solicitado ao deputado foi referente ao asfaltamento do trecho de 68 km da BR-153, conhecida como Transbrasiliana, entre Passo Fundo e Erechim. “Esse é um assunto que vem sendo bastante debatido e discutido ao longo dos últimos 50 anos. São apenas 68 km da rodovia que faltam ser pavimentados e que representam mais de 500 mil hectares de terra, numa produtividade de soja que a gente estima esse ano entre 60 e 65 sacas por hectare, são mais de R$ 4,5 bilhões que são transportados por essa rodovia deficitária, que acaba elevando cada vez mais o custo dos produtores e empresários. Sem contar que o asfaltamento desafogaria o trânsito da ERS-135 e passaria a ser mais um canal de escoamento da produção”, pontuou o presidente da Acisa, Cássio Gonçalves.

O deputado federal Nereu Crispim, que também é presidente da Frente Parlamentar dos Caminhoneiros, disse que irá apoiar as pautas e colocou o gabinete em Brasília à disposição da Acisa. “Viemos aqui montar uma parceria institucional com a Acisa e lá em Brasília, para tudo que precisarem em relação ao agronegócio, indústria e também ao comércio, podem contar conosco”, disse.

Ainda durante a reunião, por meio de um ofício encaminhado pela equipe do deputado ao Ministério da Infraestrutura, ele já solicitou uma audiência, nas próximas semanas, com o ministro Tarcísio Gomes de Freitas e a diretoria da Acisa para tratar sobre a Transbrasiliana. “Com toda certeza esse asfalto é uma necessidade urgente, pois ativaria ainda mais a economia, trazendo emprego e renda para a região. Temos o ministro Tarcísio que é uma pessoa sensível às pautas do transporte e caminhoneiros, então nos próximos dias já devemos ter um retorno em relação à audiência solicitada”, afirmou o deputado.

Legendas:

Durante a reunião, o deputado solicitou uma audiência com o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas para tratar sobre a pavimentação da rodovia (Foto: Caroline Lima/Assessoria de Imprensa Acisa)

Deputado Federal Nereu Crispim, vice-presidente de Indústria, Sandra Rodriguês, presidente da Acisa, Cássio Gonçalves, vice-presidente de Agronegócio, Fabiana Venzon, secretário municipal de Transportes e Serviços Gerais, Patric Cavalcanti, e Everton Deiques, delegado regional da Federação Internacional de Educação Física



Leia Também Prova de vida, pensão por morte e encaminhamento de benefícios: especialista Caroline Pereira orienta na Planalto News ECB Group assina contrato com empresa holandesa para compra de matéria-prima sustentável de Pongâmia Rádio Planalto se torna a primeira emissora do estado a contar com energia elétrica de forma renovável através da geração hidrelétrica CNJ decide aposentar desembargadora por ter beneficiado filho preso em MS