Expectativa e Realidade

Postado por: Élvis Mognhon

Compartilhe


 

Constantemente somos confrontados pelas nossas expectativas. Faz parte do ser humano criar expectativas. Fazemos isso todos os dias. Seja em torno de uma conversa com alguém (interação social), no trabalho, entre outras infinitas possibilidades.

Certa vez ouvi de alguém que a maior forma de se frustrar é criar muitas expectativas. Pensei muito sobre essa forma de entender as coisas. De fato, muitas expectativas que criamos, no confronto com a realidade, nos deixam extremamente decepcionados. No entanto, nem por isso deixamos de imaginar e criar novas expectativas.

O mundo virtual e as redes sociais constantemente apresentam cenários que geram expectativas significativas nos seus seguidores. Muitas vezes tais cenários são inatingíveis na realidade. Quantos de nós deixamos de viver nossa realidade para viver a ilusão do outro?

Expectativas e realidades sempre farão parte de nossas vidas. Ora estarão espelhadas em uma única visão, ora serão diferentes. Se sempre fossem iguais o determinismo imperaria, mas o acaso ao dar o ar da graça, faz tudo inesperado e fortuito. Não deixe de viver a sua realidade. Não deixe de trilhar seu caminho em busca dos seus objetivos, no entanto nunca esqueça o seu ponto de partida, o lugar de onde você começou sua jornada.

É possível e necessário gerenciarmos nossas expectativas. Nem sempre é um caminho fácil, mas o autogerenciamento é fundamental para compreendermos nossos processos e condicionantes. A psicoterapia pode auxiliar muito com ferramentas e estratégias, inclusive ressignificando algumas crenças e experiências.

 

 

** O leitor poderá enviar sugestões, dúvidas, questionamentos sobre o tema para o e-mail: emognhon@gmail.com Para agendar atendimentos clínicos utilizar o WhatsApp (54) 99983 9966.

 


Leia Também Dialogar é um aprendizado A Igreja e o compromisso com a caridade Solidariedade Rabiscos Semanais: Peregrinar a Esperança!