Pelo Brasil: mulher acusada de matar filha bebê é encontrada morta em penitenciária de Tremembé

Compartilhe
Foto: Reprodução / EPTV   Foto: Reprodução / EPTV 
Jennifer Natalia Pedro, acusada de matar a filha Ísis Helena, de 1 ano e 10 meses, foi encontrada morta nesta segunda-feira (22) em sua cela na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 de Tremembé (SP).

A presa estava na unidade desde abril de 2020, após confessar a morte da filha. Inicialmente ela ficou presa na penitenciária de Mogi Guaçu e depois transferida para a P1 de Tremembé. A unidade é conhecida por abrigar presas de casos de repercussão e comoção, como Suzane von Richthofen e Elize Matsunaga.

Segundo a apuração, a suspeita é de que ela tenha cometido suicídio, mas o caso será apurado. Jennifer estava sozinha em sua cela e foi encontrada pelos agentes com um lençol no pescoço.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para perícia e foi feito registro do caso na Polícia Civil.

*G1


Leia Também Em Passo Fundo, homem que deveria estar em prisão domiciliar foge da polícia, tenta se esconder atrás de porta e acaba detido Das 41 denúncias recebidas pela Força-Tarefa na última noite, apenas 4 procediam, descumprindo decretos Veículo é flagrado a 159 km/h por radar noturno em Tapera Policiais do 3° Batalhão Ambiental da BM realizam operação nas pedreiras para fiscalizar o uso de explosivos