Heyder, ex-atacante do Internacional morre de Covid-19

Compartilhe
O ex-atacante Heyder, de 61 anos, que defendeu o Internacional nos anos 80 morreu de complicações da Covid-19.  Ele disputou os Brasileiros de 1987 e 1987, levando o colorado às decisões e também disputou a Libertadores de 1989.
Em 1988, jogou no Vermelhão da Serra e fez a jogada pelo lado direito, cruzando para a cabeçada do gol de Amarildo, determinando o placar de Passo Fundo 0x1 Internacional.
Heyder defendeu, ainda, outros clubes consagrados, como Cruzeiro e Flamengo. Nascido no Para, o ex-atleta estava  na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha do Hangar, em Belém, desde a semana passada.
Heyder começou a sua carreira no futebol paraense, quando defendeu o Remo. Após jogar nos pernambucanos Sport e Náutico, o atacante chegou Flamengo em 1985. Apesar da sua passagem ter sido rápida, o jogador viveu momentos inesquecíveis no Rubro-Negro, quando conheceu Zico e foi comandado por Zagallo.
Após deixar o Flamengo, Heyder defendeu o Vitória e Bahia, antes de defender dois dos maiores clubes do futebol brasileiro: o Internacional e o Cruzeiro.  Em fim de carreira no Fortaleza, Heyder encerrou a sua história no futebol em um amistoso pelo Remo, em 1993. O jogador trabalhava atualmente como funcionário público.

Ainda na terça-feira foi confirmada a morte do ex-atacante colorado Florindo. Ídolo que marcou época nos Eucaliptos, Florindo, o ‘Gigante de Ébano’, foi um dos maiores zagueiros da história do Internacional. Contratado por indicação do igualmente marcante Teté, o defensor vestiu as cores do Clube do Povo de 1951 a 1959, quando integrou o icônico Rolinho, formação tetracampeã citadina e estadual, sucessora do Rolo Compressor.

Titular no primeiro Gre-Nal do Estádio Olímpico, Florindo foi um dos destaques do eterno 6 a 2 colorado. Apesar do batismo da casa rival, porém, o clássico mais marcante para a biografia do defensor foi outro. Também na casa gremista, certa feita arrancou aplausos de azuis e vermelhos ao cortar, de bicicleta, arremate endereçado às redes do Clube do Povo.


Leia Também Grêmio empata em Caxias do Sul no primeiro jogo sem Renato Portaluppi Internacional oficializa contratação de Taison Grêmio: confirmada saída do técnico Renato Portaluppi Grêmio eliminado pelo Independiente Del Valle