Coprel anuncia investimentos de R$ 122 milhões em Assembleia Geral

Compartilhe

A Assembleia Geral Ordinária é o momento mais importante da Coprel durante o ano, pois são apresentados aos cooperantes os dados estatísticos, econômicos e sociais da Coprel Cooperativa de Energia e Coprel Cooperativa de Geração e Desenvolvimento, e os investimentos realizados e projetados. Neste ano, para manter a segurança de todos no atual cenário de pandemia, o evento foi realizado de forma 100% digital. Por meio do canal da Coprel no Youtube, os cooperantes acompanharam as principais iniciativas e investimentos da cooperativa em 2020 e a projeção de mais de R$122 milhões em investimentos para 2021 nas áreas energia, geração e telecom.  

AGO da Cooperativa de Energia

O presidente da Coprel, Jânio Vital Stefanello, conduziu a assembleia diretamente da Sede Administrativa, e os demais membros da diretoria e conselheiros participaram de forma remota. A Assembleia da Coprel Energia iniciou com o Relatório de Gestão de 2020, apresentando os investimentos de R$ 47.084.929,03 no sistema elétrico. Deste montante, a Subestação Marau 2, inaugurada ano passado, foi a principal obra.

Por meio do Boletim de Voto à Distância (BVD), os cooperantes aprovaram as sobras do exercício da Coprel Energia, no valor de R$ 11.345.629,03, para ampliação do Fundo Mais Energia e juros do Convênio de Cooperação, fundo para expansão de redes, projetos de internet rural e desativação de redes.

Na eleição do Conselho de Administração e Fiscal, os nomes dos conselheiros indicados pelas lideranças nas reuniões das 7 regiões foram referendados, também por meio do Boletim de Voto à Distância. No Conselho de Administração, o presidente da Coprel Jânio Vital Stefanello, o vice-presidente Elso Scariot e o secretário Décio Floss foram reconduzidos aos respectivos cargos. Ingressaram no Conselho de Administração: Juarez José Fachinello (Saldanha Marinho), Ricardo Luiz Montagner (Charrua), Gilberto Francisco Gheller (Soledade) e Lindomar Treviso (David Canabarro). Os conselheiros Gil de Melo (Tunas), Josué Librelotto (Cruz Alta), Rui Lorenzato (Passo Fundo), e Nilve Vera Maldaner (Lagoa dos Três Cantos) continuam no Conselho.

Na eleição do Conselho Fiscal foram eleitos: Rogério Camera do Amaral (Tupanciretã), Valdir Francisco Müller (Tio Hugo), Nelcir Antonio Cerezoli (Santa Cecília do Sul) e Nelci Carlos Galliari (Ibirapuitã). Os conselheiros Mário Cézar da Luz (Fortaleza dos Valos) e Armando Rugini (Muliterno) permanecem no Conselho.

AGO da Cooperativa de Geração e Desenvolvimento

Em 2020, a área de geração de energia teve significativos investimentos, totalizando R$ 7.165.515,52 nas usinas próprias e em novos projetos de geração limpa e renovável. Destaque para a entrada em operação da PCH Forquilha IV Luciano Barancelli, projeto de intercooperação da Coprel com outras cooperativas e empreendedores. A Coprel Telecom teve expressivo crescimento, pois a demanda de internet aumentou neste período, investiu R$ 19.987.131,49 na expansão de novas áreas com fibra ótica para o meio rural e urbano.

As sobras da Coprel Geração, no valor de R$ 3.776.301,73, foram aprovadas pelos cooperantes por meio do Boletim de Voto à Distância para investimentos em geração de energia e no programa social Auxílio Pecúlio.

Para a composição do Conselho Fiscal, os cooperantes referendaram também por meio do Boletim de Voto à Distância, os conselheiros: Nadir Ana Maldaner Hammes (Selbach), Ilmo Springer (Panambi), Eliane Maria Schnell (Pontão) e Wagner de Loreno (Mormaço). Permanecem no conselho, Rafael Cecconello (Sertão) e Divino Siota (Vila Maria).

Investimentos de R$122 milhões para 2021

A Coprel Energia, Coprel Geração e Desenvolvimento e Coprel Telecom projetam investimentos ainda mais expressivos para este ano: R$ 50.800.000,00 na distribuição de energia; R$ 49.422.567,39 na geração e R$ 21.817.000,00 na Telecom. A soma dos investimentos previstos em 2021 é de R$ 122.039.567,39.

O presidente Jânio Vital Stefanello fez uma avaliação da assembleia: “Apesar da necessidade de reorganizar o planejamento estratégico e de atividades devido a pandemia, conseguimos investir mais de 76 milhões nas áreas de distribuição de energia, geração e internet em 2020. Observamos um crescimento expressivo da demanda por internet de qualidade no meio rural e urbano, e focamos o olhar para a necessidade das famílias cooperantes. Para este ano, estamos projetando mais de R$ 122 milhões de investimentos em expansão, modernização e automação de energia, nos projetos de geração de energia limpa e renovável e mais conectividade no meio rural. Assim, continuaremos a fazer a diferença na vida das pessoas, contribuindo também para o desenvolvimento da região”, disse.

 

Leia Também Primeiro ponto com fibra óptica é instalado no interior de Passo Fundo A força do agronegócio gaúcho supera os impactos da pandemia Colheita e comercialização do pinhão liberadas a partir desta quinta-feira Boletim de agrometeorologia prevê possibilidade de primeiras geadas ainda em abril