O tempo e a vida

Postado por: Élvis Mognhon

Compartilhe

 

Nos aproximamos da virada de semestre. Em poucos dias estaremos acessando o segundo semestre de 2021. Significa que a metade do ano já passou. A nossa vida tem as marcas do tempo e da história.

Ainda vivemos tempos incertos, inseguros e de muitas dúvidas. A pandemia continua nos assolando e tomando por completo. Ainda estamos perdendo muitas pessoas queridas. A esperança na vacinação em massa, com a cobertura de grande parte da população, continua sendo o caminho para que as coisas voltem à normalidade, ou como muito se tem comentado, siga o fluxo do “novo normal”.

Olhar para o horizonte e ser mais otimista ou pessimista quanto ao restante do ano de 2021 depende dos pressupostos de cada um, do conjunto de experiências/vivências de cada pessoa. É a história de olhar o copo com água pela metade e definir: o copo está meio cheio ou o copo está meio vazio. A realidade é uma só, porém, as interpretações que fazemos dela, carregam os pressupostos do “Eu”.

O segundo semestre de 2021 está chegando. Faço um convite para olharmos as pessoas com mais amor no coração, para sermos mais otimistas. Vamos ter esperança e confiar que as coisas vão melhorar. Vamos fazer o exercício da empatia, do amor ao próximo e da caridade. Sejamos solícitos e disponíveis ao outro, sem esperar retribuição.

A vida se materializa no tempo, mas ela transcende. Nossas memórias e lembranças mantém vivas todas as coisas. Vivamos intensamente o segundo semestre de 2021. Que no findar desse ano, possamos olhar com carinho e admiração para tudo aquilo que conseguimos realizar. Não sejamos mornos, mas vivamos intensamente cada momento.

 

** O leitor poderá enviar sugestões, dúvidas, questionamentos sobre o tema para o e-mail: emognhon@gmail.com Para agendar atendimentos clínicos utilizar o WhatsApp (54) 99983 9966.

 

Leia Também RABISCOS SEMANAIS: Rosto de Emanuel! Quais os caminhos da Direita e da Esquerda? Uma cidade Encantadora!? As Festas de Final de Ano e os Traumas