SOMMA AGRO auxilia produtores rurais na Gestão Comercial da propriedade com planejamento prático e eficiente para tomar decisões com segurança e tranquilidade

Compartilhe
O agronegócio brasileiro é um dos setores da economia que mais evolui.  As tecnologias são substituídas constantemente.  O resultado é o crescimento exponencial dos índices de produção e produtividade das mais diversas culturas,  principalmente,   dos carros chefes que são a soja e o milho. Nos últimos dois anos as cotações dos preços melhoraram bastante, mas o custo de produção teve aumento nas mesmas proporções. Esses fatores exigem uma boa  Gestão da lavoura para que o agricultor possa obter resultados financeiros satisfatórios, diz o diretor da SOMMA CONSULTORIA, Claiton Santos, que é produtor rural e administrador de empresas, com experiência de 20 anos no mercado.   Ele já ministrou cursos para mais de 1.000 (mil) pessoas no país, sobre a importância do planejamento  dos custos de  lavoura e como usar os mecanismos  de comercialização de grãos.
Claiton  explica o quanto é  importante conhecer  todos os custos para produzir cada cultura na propriedade e que esses custos precisam ser  identificados  e  mensurados  periodicamente de forma objetiva  e prática. Basicamente são analisados entre 12 a 15 indicadores que proporcionam as  informações básicas para tomar as decisões  com fundamentos da realidade de cada propriedade, com muito mais assertividade  e isso é determinante no sucesso ou não de uma propriedade rural.  A SOMMA AGRO desenvolveu um modelo de gestão comercial que facilita essas  decisões  do dia a dia da propriedade, simples, de forma que   o agricultor consiga  manejá-lo tranquilamente.  Com essa metodologia é possível identificar os gargalos de uma propriedade que normalmente passam despercebidos,  mas que com um controle eficiente dos custos  podem melhorar  a margem de lucro.  Um empréstimo bancário, por exemplo, nem sempre é barato, mesmo que  seja corrigido pelos juros dos Planos Safras. Muitas vezes os custos bancários podem tornar o empréstimo muito caro.



Na comercialização, o consultor  chama a atenção para a importância de identificar  os riscos dos preços e a definição do custo de produção de cada lavoura,  para que se possa visualizar o preço mínimo de venda e obter  margem de lucro no negócio. “Olhar apenas as cotações do dia não  basta para o sucesso de uma produção”, explica Claiton.   O agricultor não tem gerência sobre os preços do mercado, sobre os fatores fora da porteira, por isso, precisa trabalhar os fatores internos da propriedade para reduzir o custo de produção e ficar preparado para as oportunidades,  quando surgirem. Conhecer e saber usar os mecanismos da comercialização também  são importantíssimos para fazer as proteções  de preço como o uso correto  das bolsas de Chicago ou B3, mas para isso é preciso orientação  técnica de como e quando utilizar essas ferramentas. 
Esses modelos podem ser disponibilizados para todos os tamanhos de propriedade. “Atendemos  produtores  com áreas inferiores a 50 hectares e ou a produtores  com mais de 10 mil hectares”,  explica o diretor da SOMMA. 

O principal objetivo é levar soluções comercias que possibilitem uma maior rentabilidade aos  clientes e para isso a empresa  oferece  os seguintes serviços:
- INTERMEDIAÇÃO DE SOJA MILHO E TRIGO.
- CURSO E PALESTRAS  SOBRE COMERCIALIZAÇÃO DE GRÃOS 
- CONSULTORIA  EM GESTÃO  COMERCIAL.
(Contato: pelo fone 54 9 9673-147.  Rua Olavo Bilac, 32, Passo Fundo;  Instagram: Sommaagro e Facebook:  Somma Agregando Valor)

Leia Também Cotrijal anuncia expansão para o Vale do Rio Pardo Stedile Sementes oferece materiais diferenciados no mercado Empresários anunciam investimentos de mais de R$ 25 milhões com instalação de aviário em Pulador STF: suspensa a votação do Marco Temporal