Prédio da Feira do Produtor receberá painéis solares para reduzir consumo de energia elétrica

Compartilhe
Foto: Arquivo Planalto News   Foto: Arquivo Planalto News 

O prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, assinou, nesta semana, o contrato autorizando a realização dos trabalhos de instalação de painéis de energia fotovoltaica no prédio da Feira do Produtor, no Parque da Gare. Conforme Pedro, o espaço será uma das primeiras instalações públicas a receber investimentos da Prefeitura para a geração de energia solar. “É uma medida que traz impactos econômicos e também ambientais, além de estimular um debate sobre a proteção da natureza e como o Poder Público pode se comprometer com a causa ambiental”, comentou o prefeito.

De acordo com Pedro, o objetivo da Administração Municipal é investir na instalação de equipamentos semelhantes em outras estruturas da Municipalidade, promovendo a redução do consumo de energia elétrica nos prédios públicos. “Nós queremos ampliar a medida para outros locais. Hoje, as instalações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, no Parque Banhado da Vergueiro, também conta com o sistema. Com a economia de recursos gerada poderemos fazer novos projetos focados na sustentabilidade e na melhoria da infraestrutura destas áreas”, argumentou ele, citando como exemplo a projeção de que com a redução do gasto mensal em eletricidade na Feira será possível investir em melhorias como a instalação de pontos de internet Wi-Fi na estrutura.


 (foto: Michel Sanderi/PMPF)

Para o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Cristiam Thans, o projeto é importante porque, além da economia financeira, também demonstra o interesse da Administração em garantir avanços para a Feira do Produtor. “É um espaço adotado pela comunidade e que merece ser valorizado. Por isso, este investimento vai trazer inúmeros retornos”, observou o secretário, complementando que serão investidos mais de R$ 85 mil na instalação de 44 painéis, gerando uma potência de 19,8 kWp. “Mensalmente, o gasto com energia é de aproximadamente R$ 2 mil. Estima-se que com a geração de energia solar haja uma redução de cerca de R$ 1.700 mensais neste valor. Por ano, a Prefeitura projeta uma economia de R$ 20 mil nas contas de energia elétrica do prédio da Feira”.

Além do prédio da SMAM, duas escolas da rede municipal de ensino dispõem de placas de energia solar instaladas por meio de parcerias: a EMEI André Zaffari e a EMEI Maria Elizabeth.

Leia Também Cotrijal anuncia expansão para o Vale do Rio Pardo Stedile Sementes oferece materiais diferenciados no mercado Empresários anunciam investimentos de mais de R$ 25 milhões com instalação de aviário em Pulador STF: suspensa a votação do Marco Temporal